quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Silimarina e o Fígado


(SILYBUM MARIANUM – CARDO MARIANO OU CARDO LEITOSO)

Na natureza existe uma planta especial chamada Silybum marianum ou cardo-mariano, que é a resposta da natureza ao bombardeio constante das substâncias tóxicas ao nosso organismo, devido à vida moderna. Ela contem uma mistura de três flavanoligninas que juntas são chamadas de silimarina. A concentração de silimarina é mais alta no fruto, mas também é encontrada nas sementes e folhas.

O efeito da silimarina na prevenção da destruição do fígado e ampliação de sua função relaciona-se grandemente com sua capacidade de inibir os fatores responsáveis pelo dano hepático, isto é, radicais livres e leucotrienos, acoplados com uma habilidade de estimular a síntese de proteína hepática (talvez o efeito mais interessante dos componentes do silibo sobre o fígado).O resultado é um aumento na produção de novas células hepáticas apara substituir as danificadas. Isso demonstra que a silimarina exerce um efeito protetor e restaurador sobre o fígado.

AÇÃO ANTIOXIDANTE

A silimarina impede o dano dos radicais livres atuando como antioxidante e é muitas vezes mais potente na atividade antioxidante do que a vitamina E. A silimarina não só impede a depleção de glutationa (GSH) induzida pelo álcool e outras toxinas hepáticas, mas demonstrou-se que aumenta GSH basal do fígado. Isso é extremamente útil quando a exposição a substâncias tóxicas é alta, devido ao papel vital da glutationa nas reações de desintoxicação.

Na Europa o cardo-mariano é um medicamento fitoterápico popular confirmado por provas científicas sólidas de como é possível evitar e reverter os danos ao fígado, regenerando as suas células e grandes áreas do tecido hepático. Grande parte das pesquisas tem sido feita na Alemanha, onde ela tem apoio do governo como tratamento complementar de inflamações hepáticas crônicas e cirrose.

O QUE É O CARDO-MARIANO?

O cardo-mariano é uma praga, um cardo coberto por uma floresta arroxeada e espinhosa e suas sementes são repletas de grandes benefícios farmacológicos para o fígado.

Na década de 1970, pesquisadores alemães da Universidade de Munique confirmaram a longa reputação do cardo-mariano como medicamento popular para o fígado ao identificar os agentes farmacológicos protetores do fígado nas suas sementes ou nos frutos de sua flor, até mesmo, detalhar a sua forma de ação contra as toxinas conhecidas como mais letais ao fígado.

QUAIS SÃO AS PROVAS?

Em uma série de pesquisas importantes, esses pesquisadores demonstraram que, quando os ratos eram alimentados com uma substância química de ação prolongada que destruía o fígado, 100% desses animais morriam em 130 dias, mas, quando recebiam simultaneamente o cardo-mariano, 70% deles sobreviviam.

Desde então, mais de duzentos estudos experimentais e clínicos revelam que o cardo-mariano é uma terapia eficaz para várias hepatopatias, inclusive fígado gorduroso-bastante comum até em consumidores moderados de álcool – hepatite aguda e crônica, danos provocados por medicamentos e exposição a substâncias químicas tóxicas e, até mesmo, cirrose avançada, geralmente irreversível e para a qual poucos medicamentos farmacêuticos conseguem algum resultado, além de casos de inflamação do duto biliar.

COMO FUNCIONA?

Os componentes ativos do cardo-mariano são um complexo de bioflavonóides antioxidantes, que são conhecidos como silimarina. Esse complexo antioxidante único exerce o seu poder curativo ao evitar danos às células hepáticas saudáveis e, simultaneamente ao estimular a regeneração daquelas células já prejudicadas, de acordo com amplas pesquisas realizadas.
Especificamente, a silimarina monta guarda nos sítios receptores externos das células, impedindo que as toxinas quebrem as membranas celulares adiposas e penetrem nas células. Ela também neutraliza as substâncias tóxicas que conseguem penetrar nas células.

Ademais, ela tem a capacidade única de estimular a síntese de proteína nas células do fígado pelo aumento da atividade genética (DNA e RNA). Isso, na verdade, ajuda a regenerar as células danificadas. O cardo-mariano também aumenta as outras defesas antioxidantes nas células hepáticas para neutralizar os invasores tóxicos. Por exemplo, um dos antioxidantes mais potentes do corpo humano é uma substância altamente desintoxicante do sangue - a glutationa.

Em seres humanos saudáveis, a silimarina aumentou as concentrações de glutationa no sangue em 35%.

O cardo-mariano também aumenta a ação de um outro antioxidante potente, a superóxido dismutase, nas células daquelas pessoas que tenham hepatopatias. É interessante observar que esse antioxidante parece ter sido feito especialmente para combater o tipo de radical livre prejudicial gerado pelo álcool no fígado.

Fonte: http://www.aloevita.com.br/?m=informes&ir=mostrar&InformeID=52

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Canalização Saint Germain - Janeiro 2013

Bem-vindos à nova era. Ah! Preciso dizer isto: Mesmo que não fosse verdade essa coisa de profecias maias, de fim da era mental atlante, de segunda vinda de Jesus, e seja lá o que for, há sentimento e consciência suficientes para tornar isso tudo real. Há suficiente e verdadeira... não quero usar a palavra “crença”, Cauldre. Não, não é crença. Há uma verdadeira paixão e desejo de que vocês tenham cruzado para uma nova era e, portanto, vocês cruzaram. É simples assim.
 
E o fato é que, sim, as profecias maias, todas essas outras coisas, a mudança de cinco eras de uma vez, é tudo verdade, mas o que realmente afetou isso foram vocês, a sua paixão e seu desejo. A paixão talvez de sair do velho. Era hora. Paixão por indicar rastros para os novos que estão vindo, e que são muitos. Muitos estão vindo atrás de vocês, seguindo vocês. Humanos que tiveram muitas existências na Terra, e também aqueles que chamamos de crianças da Nova Energia, Crianças Cristal, seja lá qual for o nome, mas aqueles que estão vindo pela primeira vez. Então, ultrapassamos o marco, e aqui estamos nós.
 
Para a maioria das pessoas – não para vocês, mas para a maioria das pessoas – 2013 será exatamente igual a 2012. Vocês já viram isso. Elas não acordaram no dia primeiro de janeiro com nada além de ressacas e remorsos. Nada realmente mudou. Mas com vocês há uma centelha, esse desejo. É simples assim. Chega. Nada de acordos.
 
Ah, os acordos são como água virando vinho. Por que haveriam de querer isso? Acordos fizeram vocês cederem, enfraquecerem, se enrolarem nas agendas e nos desejos de outras pessoas. Sei que alguns dizem: “Bem, não, é preciso cumprir direito os acordos.” Não com vocês, vocês não. Não, de jeito nenhum. Isso não quer dizer deixar de respeitar os valores e as opiniões dos outros. Não significa que vocês não entendem que existem outros seres neste planeta além de vocês. Significa apenas que vocês não vão comprometer seus valores, sua paixão, seu desejo. De jeito nenhum. É engraçado. Ótimo.
 
Quero que considerem uma coisa – todos vocês –, considerem uma coisa um instante. Graça e tranquilidade. O maior fator – o segundo maior, talvez –, talvez o mais difícil, que coloca vocês pra baixo com relação a isso são as outras pessoas. O primeiro são vocês mesmos, mas estamos superando isso. Mas são as outras pessoas, e realmente quero que vocês deem uma olhada no que diz respeito a isso em sua vida, com muita compaixão. Compaixão por si mesmos.
 
Eu sei, costumo pisar em gelo fino, às vezes, quando falo sobre isso, mas o fator relacionamento aqui tem uma enorme influência em sua iluminação e sua felicidade. Enorme. Eu afirmo que, se vocês estivessem sozinhos, muito rapidamente aprenderiam a se amar. Vocês quase já conseguiram, de certa forma. Se estivessem sozinhos, sem toda essa pressão dos relacionamentos, dos humanos, dos membros da família e coisas desse tipo, a iluminação chegaria muito, muito, muito rápido.
 
Agora, não estou dizendo pra saírem abandonando esses relacionamentos. Não estou oficialmente recomendando isso, mas estou pedindo que os examinem. Eles são cármicos, na maior parte das vezes. Já acabaram, na maior parte das vezes. Não significa que vocês tenham que negá-los. Não significa que tenham que cortá-los fora. Significa apenas mudar a dinâmica dos relacionamentos para que uma pessoa não seja mais a mãe de vocês de uma vida passada, ou uma mãe nesta vida; não seja mais uma linha cármica na qual vocês se mantêm ligados. E não significa que vocês tenham que parar de enviar cartões de Natal, mas perguntem-se por que nunca recebem um de volta. Não significa que precisem correr pra uma comunidade alternativa e nunca mais os ver, mas sim mudar esses relacionamentos. É – vapt! – fácil assim. Realmente é. No momento em que disserem “Namasté”, eles são seres com alma, o Deus Eu Sou, assim como vocês, e não mais essa velha coisa cármica ou as vozes de sua mãe na sua cabeça e todo o resto, e deixarem isso pra trás, a iluminação será muito mais fácil.
Eu disse isso antes, é um assunto pra muitos debates externos, mas 95% das coisas que os prendem realmente não pertencem a vocês. Vêm dos relacionamentos, vêm de fora, da consciência de massa e de todo o resto, mas não são de vocês. Vamos este ano dar um basta nos velhos relacionamentos. Quero que cada relacionamento comece de uma nova forma. Chega de relacionamentos velhos.

Saint Germain

Para ler a canalização na íntegra, basta acessar: http://www.novasenergias.net/circulocarmesim/textos/liberdade_4.html

 

 

sábado, 5 de janeiro de 2013

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Não Fui Eu! - Camisa


































Aí está a famosa frase de Saint Germain em uma de suas últimas canalizações. Referindo-se à atitude de nós nos desligarmos das culpas do passado, simplesmente por que "não foi você" apenas um aspecto seu, mas não você. Este atual você é um ser novo, repleto de promessas de vida. Então, aí está a camisa, com a frase do Mestre. Uma ótima ideia para um primeiro post deste maravilhoso 2013.