segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Decreto

"Eu Sou o Coração de Deus, e Eu Crio idéias e realizações que nunca antes foram produzidas."

Saint Germain

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Decreto

"Eu Sou a Guarda Invencível estabelecida e sustentada sobre minha mente, meu corpo, meu lar, meu mundo e meus negócios."

Saint Germain

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Estudos do Tarô - XVIII - A Lua




XVIII - A Lua - "Antes de ver o esplendor do Sol, você precisa passar por mim, conhecer as verdades mais profundas e dolorosas de sua alma. Sem um auto-conhecimento real, você não conseguirá ver nem suportar a luz da verdade e do conhecimento que virá depois de mim..."

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Clara Nunes através de Chico Xavier



Caros amigos!

Em 1984 nossa querida Clara Nunes, uma das vozes mais linda da música popular brasileira, desencarnada em 1983, passou uma psicografia através de nosso Chico Xavier. Estou partilhando esta mensagem aqui com vocês, tantos anos depois, para poderem apreciar as belas palavras deste ser de luz e de claridade, a nossa Clara.

Alberto



"Querida Maria,

Eu pressentia que o encontro através de notícias seria primeiramente com você. Somente você teria suficiente disposição para viajar de Caetanópolis até aqui, no objetivo de atingir o nosso intercâmbio.

Descrever-lhe o que se passou comigo é impossível agora. Aquela anestesia suave que me fazia sorrir se transformou numa outra espécie de repouso que me fazia dormir.

Sonhava com vocês todos e me via de regresso à infância. Cantava. Era pura alegria que me situava num mundo fantástico. Melodias e cores, lembranças e vozes se mesclavam e eu me perdia naquele êxtase desconhecido. Não cuidava de mim. Lembrava-me dos que ficaram, mas ainda não sabia se a mudança seria definitiva.

Conte ao nosso querido Paulo (César Pinheiro – marido e compositor) a minha experiência. Tantos dias no descanso, ignorando o que vinha a ser tudo aquilo que se me apresentava à imaginação por fantasia que desconhecia como deslindar.

Peço a você solicitar ao Paulo me perdoe se lhes transmito as presentes notícias com a fidelidade possível.

Acordei num barco engalanado de flores, seguido de outras embarcações nas quais muitos irmãos entoavam hinos que me eram estranhos, hinos em que o amor por Iemanjá era o tônico de todas as palavras. Os amigos que me seguiam falavam de libertação e vitória.

Muito pouco a pouco, me conscientizei e passei, da euforia ao pranto de saudade porque a memória despertava para a vida na retaguarda e o nosso Paulo se fazia o centro de minhas recordações. Queria-o ali naquela abordagem maravilhosa, pois os barcos se abeiravam de certa praia encantadoramente enfeitada de verde nas plantas bravas que a guarneciam.

Quando o barco que me conduzia ancorou suavemente, uma entidade de grande porte se dirigiu a mim com paternal bondade e me convidou a pisar na terra firme. Ali estavam o meu pai Manoel e a nossa mãezinha Amélia. Os abraços que nos assinalavam as lágrimas de alegria pareciam sem fim. Era muita saudade acumulada no coração.

Ali passei ao convívio de meus pais e os meus guardiões retornavam ao mar alto. Retornei a nossa vida natural e em companhia de meu pai Manoel pude rever você e os irmãos todos, comovendo-me ao abraçar a nossa Valdemira que me pareceu um anjo preso ao corpo.

Querida irmã, não disponho das palavras exatas que me correspondam às emoções. Peço a você reconfortar o nosso Paulo e dizer-lhe que não perdi o sonho de meu filhinho que nascesse na Terra de nossa união e de nosso amor.

O futuro é luz de Deus. Quem sabe virá para nós uma vida renovada e diferente, na qual possamos realmente pertencer-nos para as mais lindas realizações?

Você diga ao meu poeta e beletrista querido, que estou contente por vê-lo fortalecido e resistente, exceção feita aos copinhos que ele conhece e que estou vendo agora um tanto aumentados.

Desejo que ele saiba que o meu amor pelo esposo e noivo permanece que ele continua sendo para mim está brilhando em meu coração, em meu coração que continua cantando fora de outro coração que me prendia.

A cigarra, por vezes, canta com tanta persistência em louvor de Deus e da natureza que se perde nas cordas que lhe coordenam a cantiga caindo ao chão desencantada.

O meu coração da vida física não suportou a extensão das melodias que me faziam viver e, uma simples renovação para tratamento justo me fez repensar nas maravilhas diferentes a que fui conduzida.

Espero que o nosso Paulo consiga ouvir-me nessas letras.

Agradeço a ele as atitudes dignas com que me acompanhou até o fim do corpo, tanto quanto agradeço a você e às nossas irmãs e irmãos o respeito com que me honraram a memória, abstendo-se de reclamações indébitas junto aos médicos humanitários que se dispuseram a servir-nos.

Querida irmã, continuem com o nosso grupo em Caetanópolis, o irmão José Viana e o Dr.Borges estão conquistando valiosas experiências.

Muitas saudades e lembranças a todos os nossos e pra você um beijo fraternal com as muitas saudades de sua,

Clara"

(Mensagem psicografada pelo médium Francisco Cândido Xavier, em reunião pública Do Grupo Espírita da Prece, em 15/09/1984 Uberaba-MG)

Clara Francisca Gonçalves Pinheiro – *12/08/1942 +02/04/1983


sábado, 22 de outubro de 2011

Estudos do Tarô - XVII - A Estrela




XVII - A Estrela - "Da Criação, Eu Sou a Continuação. Depois de ter experienciado todas as facetas que a vida poderia me proporcionar, retiro-me de perto dos homens, das cidades, das coisas do mundo... Estou plena de mim mesma, livre para seguir, conectada ao Cosmos, à Natureza e nada mais. Eu Sou a promessa de uma vida melhor, eu sou a Esperança de um Novo Dia - Eu Sou o Futuro da humanidade."

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Saint Germain canalizada por Carmen Balhestero



Mensagem Mestre Saint Germain canalizada por Carmen Balhestero em 19/out/2011

Amados Filhos :

Na aproximação de uma data especial quando a humanidade terá a oportunidade de escolher novamente vivenciar novas realidades em corpos tri-dimensionais em 28/out/11, que possais vos preparar para este grande momento de LUZ.

Desde 09/março/11, novos universos paralelos estão sendo co-criados, ou seja, novas realidades paralelas, na junção de vossos pensamentos e atitudes concisas que com clareza, determinam os próximos passos da evolução individual e planetária da humanidade .

Quando assumi o governo do mundo em 01/maio/1954, foi para que pudesse acelerar o processo da Maestria e da Ascensão, para que elevando a vibração da órbita terrena através da alquimia e do uso da chama violeta, todos os seres pudessem se re-organizar e escolher vivenciarem a liberdade do limite, sofrimento, dor e impecilhos que manifestem a Unidade e a Paz Planetária.

O momento da vitória da humandiade se aproxima - tendes 2 datas a vossa disposição para que possais re-escrever vossa nova história - a primeira é 28/out/11 e a outra é 21/dez/12 - cada ser encarnado é responsável por admitir seu poder individual e fazer a diferença em um mundo de transformações e mudanças rápidas - tudo é questão de frequências de Luz e mudança de vibração, quando vossos corpos ativam a sintonia com a Consciência, todos ancoram a Chama da Verdade e da Percepção.

Na próxima semana tambem haverão outras datas significativas - dia 26/out é a lua nova do mês de outubro, momento do DIVALI - FESTIVAL DAS LUZES no Oriente quando a celebração à Lakshimi e às Divindades Femininas trazem a verdadeira mudança de paradigmas e o início de um novo ciclo de abundância e plenitude para todos os que vibrarem nesta frequência de Luz.

Tambem dia 29/out, o planeta Júpiter estará muito próximo à Mãe Terra, beneficiando a expansão de conhecimento e a abundância e Prosperidade a todos os Seres, bem como abrirá caminhos para que novas energias se expandam e harmonizem a humanidade. A Hoste Celeste, Tronos, Serafins, Querubins e os Grandes Sete Elohins estarão derramando toda a Sua Luz em toda a humanidade durante 7 dias, à partir de 21/out/11, para que todas as pessoas encarnadas sintam a urgência e seriedade destes momentos de novas escolhas e de re-escrever a própria estória em nome da Vitória, Maestria e Ascensão. A humanidade já vibra na CONSCIÊNCIA DE UNIDADE, aqueles que têm dificuldade em assimilar esta vibração, passarão por mudanças drásticas de vida, a nível profissional e emocional - outra energia que está sendo tocada profundamente é a do ego-personalidade - é hora dos seres humanos abdicarem do ego-manipulativo e se dedicarem à irradiação e a verdade contida no poder do amor incondicional e da intuição em ação - abri mentes e corações para receber as novas frequências de LUZ e alcançareis novos patamares e a expansão de novos paradigmas que manifestam novas realidade, criando assima Nova Idade de Ouro sobre a Terra AGORA . A Nova Idade de Ouro significa um Era de 200 anos ou mais de acordo com o livre-arbítrio humano, para vivenciar a felicidade, plenitude, abundância, Paz. Tudo é questão de escolha individual, a cada momento de vossas evoluções, as energias são frequências de luz que ancoram o limiar do livre-arbítrio humano e determinam as novas escolhas e os novos caminhos a serem trilhados - as Virtudes Divinas são as grandes chaves para estes momentos de mudanças e novos realinhamentos das energias dormentes - todos os seres são conclados a despertarem neste novo processo de abrir e expandir a chama da verdade - a Verdade virá à tona cada vez mais e todos os seres estarão próximos a manifestar a chama da determinação da co-criação de uma nova Vida AGORA - Percebereis a importância de celebrar a vida a cada instante, de vivenciar vossos sonhos e manifestar vossos ideais, a fim de esclarecer e absorver a verdadeira transformação individual e planetária - que possais entender que as energias já determinam a vitória da Luz e da humanidade, as ondas de Luz fluem e vibram de forma acelerada em outra dimensão de perfeição; cabe aos seres encarnados elevarem suas frequências de luz para atingirem este patamar de vibranção e Consciência - A chama Dourada do segundo raio traz iluminação, discernimento, consciência, poder que aponta a diretriz do livre-arbítrio que quando bem vivenciado, emana a totalidade da coesão e da harmonia entre todos os seres de todos os reinos viventes. Unidade é palavra de ordem, Unidade com os seres e com todas as dimensões, todas as realidades e novas escolhas ... com a mudança dos polos e a inversão térmica das temperaturas e estações, estareis sendo forçados a elevar vossas frequências de Luz para que possais manter o equilíbrio e saúde do corpo físico. É crucial que todos os seres se abram para compreender a Vontade Divina para estes momentos de transformação : UNIDADE, LUZ, COMPARTILHAR, VERDADE - exercitando estas Virtudes, estareis diante de vossos fantasmas mentais e emocionais e tereis a capacidade de transmutá-los através do livre-arbítrio de foram consciente - a Idade de Ouro é a sabedoria que retorna abençoando todos os Seres a sevirem os propósitos de um novo tempo de Consciência e Elevação de Vibração em nome da LUZ.

Todos os níveis da evolução do universo atingirão a frequência da Unidade em 28/out/11, elevando o estado de consciência de todos os seres encarnados. As frequências de ondas de Luz estarão sendo potencializadas 20 vezes acima da rotação terrena, possibilando a total transformação das escolhas dos seres menos evoluídos encarnados que ainda vivem no patamar do medo e causam danos à si e à sociedade vigente. A total manifestação de todas os níveis celestes acoplados à aura do planeta seria como a passagem Bíblica : O juízo Final, quando todos em sã consciência irão se permitir vivenciar novas escolhas à partir da determinação em mudar suas frequências de Luz e seus hábitos diários; os frutos deste dia serão sentidos em todo o sistema solar e em todos os Universos por eons ... todas as forças estelares e Universais, os chamados mestres e deuses estarão mais próximos de todos os seres na Terra, principalmente da família humana crística, para que re-despertando, todos assumam total responsabilidade em servir a Unidade da Vitória na Luz. Esta energia será sentida e vivenciada em várias dimensões simultâneas, muitos de vós encarnados, têm sentido a duplicidae de vossos corpos e seres, o duplo etéreo que se desdobra e se projeta fora de vossos corpos, devereis ter paciência com este período de re-adaptação de vossas frequências de Luz. Mudando as polaridades da Consciência, re-encontrareis o Poder do verdadeiro livre-arbítrio, a chama que permeia somente a força e o poder da vitória e da Unidade Crística e perfeita. Estas energias irão conduzir a humanidade a co-criar novas formas de utilizar a energia centrada na Luz, no Amor e na Perfeição. É momento de buscar o silêncio interno, contemplando a Mãe Natureza e todas as Suas formas de expressão para que possais re-alinhar o Poder da Abundância e da Perfeição. A vida humana têm evoluído através do ego, é hora de evoluir através da Luz da Intuição, da verdade e do Amor, pois o ego controla, o Amor liberta. Este momento único tem sido preparado por muitos seres para que cada um conscientemente abrace a oportunidade de re-criar paradigmas e estabelecer a conexão com a própria Verdade. Silenciai mentes e sentimentos, no vazio, re-encontrareis o Poder de Deus que vos fala a cada dia para que possais cumprir vossos objetivos em nome da Vitória na Luz. Prestai atenção na Ecologia, no Poder dos Elementos da Natureza e da Mãe Terra que são as forças proetoras e mantenedoras da Vida e da evolução em vosso planeta - que possais enviar amor incondicional para a Mãe Terra e para todos os Seres viventes e assim encontrareis a verdadeira PAZ.

Muitos estão passando por momentos de depressão e tristeza profunda, são ondas energéticas que atingem o planeta, reflexo das energias desequilibradas da Mãe Natureza, é vitla que possais tratar os elementos da Natureza e suas formas de atuação como mares, rios, oceanos, cachoeiras, montanhas, desertos, vegetações, como a Unidade da Consciência Crística da Perfeição de Deus-Pai-Mãe. Precisais vos lembrar que vossas almas servem à Deus, mas vosso egos servem a vossa mente consciente, o exercício pleno da meditação e a prática diária através de vossas escolhas irá determinar a verdadeira Força que possuis, e assim, vibrareis a chama do mais puro amor incondicional. Após 28/out/11 vossos corpos mudarão completamente, é importante re-escolher vossa alimentação, vossas condutas diárias, vossos caminhos individuais e coletivos.

Todos serão conclamados a mudar, quer pela força da abundância de pensamentos quer seja pela forma do vazio absoluto mental, onde encontrareis vosso Deus. Alfa e Ômega se unirão neste dia, mostrando à humanidade que na totalidade se encontra a verdadeira manifestação da Unidade - refletindo a Consciência da Essência Divina. Vereis dali para a frente a Verdade versus a Tradição. Máscaras cairão, somente a Verdade persistirá e aqueles que treinarem viver à partir de 28/out/11 centrados na Luz da Verdade, serão capazes de operar Milagres a cada dia, vivenciando assim novas realidades e uma nova Vida plena, abundante e feliz. O ritmo de vossas frequências cardíacas se acelera para que possais acompanhar o pulsar do coração da Mãe Terra. A Transformação do mundo ocorre quando o pensamento linear se afasta e a intuição ocupa seu lugar. Esta é a grande oportunidade de todos os Seres vivenciarem a expressão maior da Abundância e Plenitude na Vitória da LUZ. As melhores ferramentas para este momento são a INTENÇÃO ALIADA À AÇÃO CORRETA. Pensamentos geram formas energéticas capazes de mudar o fluxo da vida e alterar frequências de vibração.

Agora, contagem regressiva para este grande momentum cósmico evolutivo quando todos terão a mesma oportunidade de re-escrever a própria história em nome da LUZ. A verdadeira Consciência está aliada à Árvore da Vida que traz as Virtudes apropriadas para estes momentos de entrega e início de um novo ciclo de plenitude e LUZ. A Consciência muda mediatne nova informação que é adquirida por vossas escolhas que se elevam cada vez mais manifestando novas realidades na Mãe Terra. É chegada a hora de cada ser se expressar com verdade e total comprometimento sobre a própria Vida.

Conto com vossa receptidade e aceitação para este momento ímpar de re-escolhas conscientes e novas diretrizes, quando cada um será responsável por cirar e viver novas realidades na Luz do eterno agora.

Amor Incondicional e Gratidão a todos, rumo à Vitória na Ascensão e Transmutação da Dor, limite, medo e sofrimento, abraçando a abundância , perfeição e Vitória da LUZ.

Amor e Luz,

Eu Sou,

Saint Germain

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Estudos do Tarô - XVI - A Torre




XVI - A Torre - "Encastelaste tua Torre de Ilusões? Não sabe que também sou conhecida por 'A Casa de Deus'? E ele sempre destrói as ilusões daqueles que não querem ver a vida como ela realmente é... Achas isso ruim? Pois é a segundo chance que a vida lhe dá... Vai desperdiçar?"

domingo, 16 de outubro de 2011

Estudos do Tarô - XV - O Diabo




XV - Diabo - "Eu vivo a vida em toda a sua grandiosidade. O resto, que vá para o inferno! Viver tudo, em todos, isto é o lema da vida. Ou, como disse um amigo meu: faze o que tu queres, pois há de ser tudo da Lei!"

Estudos do Tarô - XIV - A Força




XIV - A Temperança - "Eu Sou o anjo do Senhor, enviado para vos ajudar. Quando alguém entra no caminho da dor, eu desço à Terra para estar ao lado do peregrino. Quando eu surjo em seu caminho, é por que você está precisando da proteção de minhas asas. Aceite-me com doçura."

Estudos do Tarô - XIII - A Morte




Arcano XIII - A Morte - "Eu faço as mutações necessárias. Abandono o velho e me volto para o novo. A raiva do tempo que perdi com coisas e pessoas inúteis e vazias é anulada pela transformação profunda que promovo em minha vida. Assim, abandono tudo que já não me serve mais."

Estudos do Tarô - XII - O Pendurado




XI - O Pendurado - "Abusei de meu livre arbítrio. Agora a Mãe Terra me colocou aqui, em suspensão total para eu ouvir e aprender a respeitar as leis da vida."

Estudos do Tarô - XI - A Força




XI - A Força - "Através de minha evolução moral, domino meus instintos e meus demônios, sem fazer força. Através de meu amor, o Universo segue minhas ordens."

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

A História do Reiki e de Mikao Usui



A História do Reiki e de Mikao Usui Contada Noutros Países

por Chirstopher Penczak

De onde veio o Reiki? Quem o descobriu? A resposta vai depender se a pergunta se referir à energia Reiki ou ao sistema Reiki. Ao longo de investigação dos mitos do Reiki, caminharemos pelos meandros de sua história tradicional, separando os fatos dos que não são fatos comprovados. Mas afinal, como acontece com todos os mitos, descobriremos que há poucos fatos que são aceitos por todos. Há muitas versões, muitas verdades. Não estamos procurando desmascarar ou desacreditar, mas, em vez disso, queremos explorar as possibilidades e descobrir que verdades pessoais repercutem em nós e podem nos ser mais úteis em nossos caminhos. As histórias podem ser o maior instrumento de ensino na exploração da verdade, desde que o aluno e professor se lembrem de que as verdades míticas não são verdades absolutas.

A versão que eu ouvi

Esta versão da história do Reiki é bem próxima da primeira versão que ouvi no meu próprio treinamento de Reiki de Primeiro Grau. Ela é passada de professor a estudante na maior parte das aulas tradicionais. Embora esta versão seja considerada como a história transmitida pelos três principais Grãos-mestres da tradição Usui do Reiki, é interessante notar como a história muda. Testemunhei isso quando conversei com outros Mestres em Reiki. É como o jogo da fofoca, quando alguém conta uma história a outra pessoa numa festa, então essa pessoa a conta para outra, que a conta para outra, até que no final da noite da história que está sendo contada apresenta pouquíssima semelhança com a história original. Espera-se, no contexto de uma aula, que se tome um cuidado maior ao relatar uma história sagrada do que ao retransmitir uma fofoca de festa, mas faz parte da natureza humana modificar, adaptar ou exagerar os fatos. Já que uma grande parte da tradição do Reiki é considerada secreta e não é escrita, não há muita documentação histórica escrita, e alguns estudiosos alegam que a documentação existente entra em conflito com a história.

O fundador da tradição do Reiki moderna, o Dr. Mikao (alguns dizem Mikaomi) Usui, era um pastor cristão e professor na Universidade Doshisha, em Kyoto, no Japão. A história dele começa no final dos anos 1800.

Quando estava dando ama aula, os alunos do Dr. Mikao lhe perguntaram se ele acreditava literalmente na Bíblia; se ele acreditava que Jesus podia curar ao impor suas mãos sobre alguma pessoa. O Dr. Usui respondeu afirmativamente, e seus alunos pediram-lhe para provar se isso era possível dando uma demonstração. O Dr. Usui recusou-se, dizendo aos alunos que, embora ele acreditasse que isso fosse possível, ele não era capaz de fazê-lo. Mas ele queria provar a seus alunos que a crença nesse trabalho de cura não era simplesmente uma fé cega. Usui deixou então o seu emprego na universidade para estudar a Bíblia num país cristão, os Estados Unidos, freqüentando a Universidade de Chicago.

Enquanto estava nos Estados Unidos, o Dr. Usui percebeu que o ensino da Bíblia ali não diferia daquele ministrado no Japão. Nenhum segredo de cura se encontrava revelado nos textos em inglês. Ele também outras filosofias e foi atraído pelo budismo. Ele leu relatos de Buda curando com a imposição das mãos sobre outras pessoas, exatamente como Jesus. Ele devotou seu tempo ao estudo do budismo, esperando descobrir o segredo da cura. Depois de sete anos, ele voltou à sua cidade natal, Kyoto, desejando continuar seus estudos num país budista.

Enquanto estava no Japão, ele falou com muitos monges budistas e zen, em busca do conhecimento. Todos lhe disseram que estavam mais interessados na cura espiritual, não em curar o corpo físico. Ele começou um estudo mais aprofundado dos sutras, primeiro na versão japonesa e depois na chinesa, da qual eles eram traduzidos. Não só o Dr. Usui aprendeu o chinês sozinho, como também aprendeu o sânscrito para entender melhor a cultura original do Buda. Nos documentos em sânscrito, Usui descobriu uma fórmula de cura, escrita com símbolos especiais, mas estava inseguro sobre a forma de usá-la, se ela funcionaria e que efeito teria em quem a usasse. Ele decidiu fazer uma peregrinação para pedir uma orientação superior, do divino.

Depois de uma consulta aos monges, o Dr. Usui decidiu fazer um retiro de 21 dias, jejuando e apenas bebendo água, no monte Koriyama, um espaço sagrado conhecido por transmitir sabedoria durante a meditação. Ele disse para os monges irem buscar o seu corpo caso ele não retornasse no vigésimo segundo dia.

Usui escalou a montanha, acampou e empilhou 22 pedras. Cada dia ele jogava uma pedra fora e passava o dia meditando, rezando, cantando, bebendo água e ouvindo. Todos os dias acontecia a mesma coisa – nada. Ele estava esperando uma revelação sobre como usar a fórmula, mais não conseguiu nada.

No vigésimo primeiro dia, Usui começou aquilo que imaginava fosse sua última meditação. Ele viu uma luz bruxuleante vindo em sua direção, cada vez maior e mais brilhante. Ele abriu os olhos para recebê-la e ela o atingiu quase como um relâmpago. Ele pensou que tinha morrido porque não estava sentindo nada. Então, as bolhas de luz o rodearam. Nas bolhas ele viu os símbolos dourados de cura da fórmula que havia aprendido.

A experiência terminou tão rapidamente quanto começou, e Usui se levantou, sentindo-se ótimo. Embora tivesse jejuado 21 dias, ele se sentia forte e com vitalidade. Tão forte, na verdade, que se sentiu capaz de descer a montanha e voltar a Kyoto. Ele não se sentia fraco ou com fome e achou que isso era um milagre!

Enquanto descia a montanha, o Dr. Usui deu uma topada com o dedo do pé, rompendo a unha. Saiu sangue do seu dedo, e ele se abaixou e o segurou instintivamente até a dor desaparecer. Ele olhou para baixo e viu a unha de volta ao seu lugar, completamente refeita. Aí ele anotou seu segundo milagre ao descer da montanha.

Quando acabou a descida, Usui dirigiu-se a uma casa que servia refeições e recebia os monges que tradicionalmente jejuavam na montanha. O monge estava preparando um mingau leve para Usui, pois sabia que o sistema digestivo dele não estaria apto a trabalhar com nada mais do que isso depois de um longo jejum. Usui insistiu em tomar um café da manhã japonês tradicional. O homem alertou-o sobre as conseqüências, mas Usui não aceitou seus conselhos. Afinal, o homem deu a Usui a comida tradicional, sentindo que não era responsável por qualquer indigestão.

A filha do homem, ou talvez sua neta, levou a comida para Usui. Ela estava com a cabeça envolta em um lenço branco, amarrado como “orelhas de coelho”. Ela contou a Usui que estava com dor de dente e não podia ir ao dentista. Usui ouviu sua história e colocou suas mãos sobre o maxilar da mocinha. Quando ele as retirou, ela arrancou o lenço, explicou que a dor de dente havia passado. Ela foi até seu pai e lhe disse: “Ele não é um monge comum, ele faz mágica.” Por causa desse milagre de magia, o pai demonstrou sua gratidão a Usui e a única coisa que possuía para oferecer – comida. Usui comeu e digeriu a comida sem nenhum problema, considerando a cura da dor de dente e a falta de problema, considerando a cura da dor de dente e a falta de problemas na digestão como o terceiro e o quarto milagres desde a sua saída da montanha. Finalmente, Usui retornou até os monges e contou a eles sua história e falou sobre o Reiki.

O Dr. Usui decidiu testar o poder do Reiki indo às favelas na periferia de Kyoto. A comunidade ali estava organizada mais como uma tribo, e ele foi levado aos líderes tribais. Eles concordaram em lhe dar comida e abrigo em troca da cura de pessoas, mas Usui foi forçado a viver como um mendigo enquanto vivia entre mendigos, renunciando a usar o seu cinturão para guardar dinheiro e trocando suas roupas por farrapos.

Usui descobriu que aqueles que sofriam de doenças crônicas, que padeciam com elas por períodos mais longos, levavam mais tempo para sarar. Aqueles que eram mais moços, que tinham ficado doentes por períodos mais curtos, saravam mais depressa. Depois que eles saravam, Usui os encorajava a voltar e fazer parte da sociedade e levar uma vida produtiva, o que cada cliente de Reiki fazia, deixando para trás a favela.

Depois de setes anos ministrando a cura nas favelas mais pobres, Usui encontrou-se com um paciente que lhe era familiar. Ele percebeu que ele era um dos primeiros mendigos que ele havia curado. Usui ficou consternado e o interrogou. A resposta chocou Usui. O homem simplesmente tinha achado mais fácil viver como mendigo do que viver numa sociedade tradicional. Alguns dizem que Usui ficou tão transtornado pela mesquinharia daquela pessoa, não querendo retribuir e contribuir para o mundo, que abandonou as favelas cheio de tristeza e raiva.

Sentindo que tinha aprendido com os erros do passado, Usui começou sua tradição de cura, não apenas pra curar os outros como tinha feito nos bairros miseráveis, mas também para ensinar às pessoas como curar-se e aos outros por meio do Reiki. Ele não iria até os outros como tinha feito com os mendigos. Agora as pessoas iriam procurá-lo e ele trabalharia com aqueles que realmente quisessem ser curados. Ele começou a sua prática e deu início ao Sistema Usui de Cura Natural.

Como foi que isso realmente aconteceu?

Muitos dos mitos em torno de Usui não soam verdadeiros segundo o bom senso e os fatos revelados mais tarde. Não parece um pouco tolo que Usui “tenha descoberto” os méritos do budismo nos Estados Unidos, particularmente quando ele morou no Japão e isolou-se num templo budista? Talvez ele tenha sido budista durante toda a sua vida, mas esse contexto cristão foi acrescentado quando o ensino do Reiki foi dirigido aos cristãos. “Se Jesus fez isso, então dever estar certo”, parece ser a mensagem. É também interessante observar que não há registro de Usui ter ensinado na Universidade Doshisha ou mesmo ter freqüentado a Universidade de Chicago. Não um registro legal de sua condição de doutor, nem escolasticamente nem como médico. Talvez tenha sido um título honorífico conferido a ele mais tarde, em vida, por seus alunos de Reiki, talvez não. Para algumas pessoas que usam o Reiki, até mesmo a discussão desses tópicos já beira o sacrilégio, mas eu acho que não magoa ninguém revirar as pedras e explorar todas as possibilidades.

O Mito Continua: Os Sucessores de Usui

Segundo a versão americana da história do Reiki, o Dr. Chujiro Hayashi, um oficial da reserva da Marinha japonesa, conheceu o Dr. Usui depois de uma palestra por volta de 1925 e começou a estudar com ele. Hayashi ficou com ele até Usui deixar este mundo em 1930, mas, antes disso, ele nomeou Hayashi seu sucessor, posto que acabou por ser chamado de Grão-mestre de Reiki. Hayashi deu continuidade ao trabalho clínico e de ensino do Dr. Usui.

O Dr. Hayashi então conheceu Hawayo Takata, uma mulher nascida no Havaí, filha dos imigrantes japoneses, o Sr. E a Sra. Otogoro Kawarmura. Os pais dela esperavam uma vida próspera para sua filha, a quem deram um nome derivado de Havaí, mas, com uma saúde delicada, ela foi incapaz de trabalhar nas plantações havaianas. Ela se tornou empregada e depois guarda-livros de um proprietário de plantações, casando-se com o contador da plantação, Saichai Takata, em 1917. Depois da morte dele, provocada por um ataque cardíaco em 1930, ela criou as duas filhas sozinha, mas, com sua saúde frágil, isso acabou causando-lhe um esgotamento. Ela passou a sofrer de asma, esgotamento nervoso e uma moléstia na vesícula. Mais tarde foi diagnosticado um tumor; porém, em função de seus problemas respiratórios, a cirurgia seria arriscada, mas ainda assim foi marcada.

Enquanto estava sendo preparada para a intervenção, já no hospital, Takata ouviu uma voz lhe dizendo que a cirurgia era desnecessária. Ela ouviu a mesma coisa quando já estava sendo colocada na mesa de operação e, afinal, perguntou ao médico sobre outras opções. O médico lhe falou sobre a clínica de Reiki do Dr. Hayashi e das próprias experiências de sua irmã como paciente e praticante de Reiki. Takata foi à clínica Reiki japonesa durante quatro meses e recuperou a saúde. Decidiu então que não apenas queria receber Reiki, mas também praticá-lo e tornar-se mestra. Depois de muita discussão e controvérsia, tanto por Takata ser considerada estrangeira como por ser mulher muito independente numa época e numa cultura mais tradicionais, Hayashi finalmente concordou com o pedido dela. Ela aprendeu Reiki Um e Reiki Dois no Japão, e então Hayashi a acompanhou ao Havaí para que ela estabelecesse sua própria clínica de Reiki, declarando-a Mestra em Reiki em 1938. Hayashi mais tarde a declarou como sua sucessora, na qualidade de Grâ-Mestra em 1974.

Alguns dizem eu, depois da Segunda Guerra Mundial até 1970, Takata foi o único Mestra em Reiki vivo no mundo. Diz-se que Hayashi cometeu suicídio para evitar que o Reiki caísse nas mãos “erradas” dos países do Eixo. Ele havia sido convocado de volta ao serviço militar e jurara não tirar vidas. O que se conta é que Hayashi quis que seu coração parasse no dia 10 de maio de 1941.

Estranho, eu pensei que o Reiki servisse apenas para curar. Assim, como poderia ele ser usado para maus propósitos? Essa é uma postura muito ocidental. O suicídio dos Mestres em Reiki japoneses foi comprovadamente falso. As tradições do Reiki no Japão sobreviveram a se fizeram presentes no Ocidente e não reconhecem Hayashi ou Takata como Grãos-Mestres. Dizem que Hayashi e Takata ensinaram Reiki exatamente como Usui o ensinava, mas outros declaram que Hayashi acrescentou níveis, sintonizações e posições de mãos específicas.

Sem se importar com as conseqüências, Takata começou a sintonizar os amigos e a família de graça, contra as instruções explícitas de Hayashi, e descobriu, como Usui, que as pessoas continuavam voltando para ela, nunca assumindo a responsabilidade por sua própria cura nem compartilhando o Reiki com os outros. Ela sentiu que nem sequer uma pessoa tinha melhorado a própria saúde ou sido bem-sucedida depois de ter recebido suas sintonizações em Reiki, por isso ela decidiu que deveria haver uma troca de energia, muitas vezes financeira, para assegurar que os alunos entenderiam, valorizariam e se comprometeriam com o Reiki. Nessa ocasião, Takata estabeleceu (será?) um sistema controverso de taxas encontrado em muitos sistemas tradicionais de Reiki. Alguns cobram até dez mil dólares pela sintonização e treinamento para Mestre em Reiki.

Entre 1970 e 1980, Takata treinou pelo menos 22 Mestres em Reiki, que espalharam o ensino do Reiki pelos Estados Unidos, Europa e Austrália. Desde então, o Reiki alastrou-se pelo mundo. Takata deixou este mundo em 11 de dezembro de 1980. Desde então, desenvolveram-se e ramificaram-se muitas tradições do Reiki a partir do sistema Usui.

Depois da morte de Hawayo Takata, os seus alunos candidatos a Mestre em Reiki descobriram que tinham diferentes versões dos mesmos símbolos. Cada versão funcionava, provando que a intenção e o significado por trás dos símbolos são mais importantes que os próprios símbolos. Tradições menos extremadas permitem que sejam tiradas cópias dos símbolos, mas eles não devem ser mostrados nem reproduzidos com tinta. Só devem ser desenhados no ar, no céu da boca com a própria língua, ou com os olhos. Já as tradições mais modernas não se preocupam como são usados os símbolos, dede que sejam lembrados e usados nas sessões de cura.

Moral da história

O mito do Reiki é mais significativamente um instrumento de ensino para transmitir a importância de dois preceitos encontrados na tradição. No final, os fatos históricos parecem importar menos do que a moral da história.

O Que Realmente Aconteceu

“A história do Reiki não pára aqui. Praticantes especiais com conhecimento secreto revelaram as origens verdadeiras do Reiki. Jesus de Nazaré foi à Índia, alguns dizem que antes da sua crucificação, outros dizem que foi depois da ressurreição. Na Índia, ele ocultou seu segredo de cura para que não se perdesse e nos últimos dias, quando novamente fosse necessário, pudesse ser revelado ao mundo. Jesus o havia recebido do antigo sacerdócio egípcio quando, ainda criança, fora iniciado nele. Os egípcios aprenderam o Reiki com aqueles que escaparam da Atlântida quando ela submergiu. Os habitantes daquele continente tinham tido contato com raças alienígenas, que deram o sistema do Reiki para a classe dirigente da Atlântida. E, de fato, o Dr. Usui foi seqüestrado por alienígenas quando fazia seu jejum na montanha e as luzes que ele viu eram espaçonaves comunicando sua tecnologia energética para ele. E foi isso o que realmente aconteceu!”

Você não acredita? Eu ouvi pedacinhos de todas essas lendas, não necessariamente amarrados como essa versão, ensinados como fatos verdadeiros por Mestres em Reiki. Eles podiam ser fatos. Acredito na antiga sabedoria da Índia e do Egito. Acredito na possibilidade da existência Atlântida. Eu até acredito em alienígenas, mas eu não estou muito seguro quanto a quem figura realmente na história do Reiki. Todas essas possibilidades poder ser consideradas verdadeiras, como qualquer outra coisa é uma possibilidade quando se exploram as origens de algum sistema Reiki antigo, caso realmente tenha existido um sistema Reiki antigo. Mas esses trechos de “história” não foram documentados nem provados de nenhum modo real. Qualquer sistema de cura do Egito, da Índia, da Atlântida, de Jesus ou de visitantes alienígenas não é o sistema de cura conhecido como Reiki no mundo moderno.

Mais uma vez, precisamos fazer a distinção entre a energia Reiki e o sistema Reiki. Tenho certeza de que se um homem chamado Jesus curava de verdade, ele estava usando alguma forma de energia universal.

Muitos professores de Reiki retiram material inspirado por canalização ou de crenças pessoais e o apresentam como fato, embora não possam prová-lo. Se for apresentado como possibilidade, não prejudica, só que alguns alunos de Reiki não sabem nada sobre o Dr. Usui e sua linhagem, mas podem lhe contar tudo sobre a Atlântida. Isso não é Reiki. Certos professores fazem isso porque é aí que repousa o interesse deles, ou fazem isso para demonstrar algum conhecimento superior para os professores “comuns” de Reiki. Alguns aprenderam essa versão como fato e não conhecendo nada melhor a transmitem desse modo.

A “história” do Reiki aconteceu a menos de 150 anos, contudo os fatos nos quais se baseia ainda são obscuros. A história passou da esfera factual para a ficção mítica tão rapidamente que já estou começando a duvidar de muitos outros “fatos” da história tradicional. Os mitos podem criar vida própria. Assim, enquanto ainda temos tempo, acho que é importante preservar a história do Reiki mais com os pés na terra e simplesmente deixar as outras possibilidades abertas. Ao manter distintos o mito moderno e as antigas possibilidades, julgo que os professores de Reiki estarão prestando um grande serviço a seus alunos e à comunidade de Reiki.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

São Sérgio e São Baco




São Sergio e São Baco

Sergio de Resapha e Baco de Barbalissus, gregos da época romana, militares no exército do imperador Cesar Maximiano, viviam em Coele, Síria, perto de Comana em Cappadocia (província romana), no início do século 4 dC.

Sergio foi comandante (primicerius) da escola de recrutas Arabissus, composta de bárbaros, chamada de Schola Gentilium (Escola dos Pagãos), e Bacchus era seu subalterno (secundarius), seu auxiliar direto.

Manuscritos gregos revelaram que foram abertamente homossexuais e que eram ‘erastai’ (amantes). Estes manuscritos estão em várias bibliotecas européias e indicam a atitude inicial do cristianismo em direção a homossexualidade, de forma diferente do que eles pregam hoje.

Seus nomes são invocados em cerimônias de união entre casais do mesmo sexo, casamento aceito e respeitado por direito divino e humano na Europa cristã na época em que viviam.

Convertidos ao cristianismo, Sergio e Baco não estavam presentes quando o imperador foi fazer um sacrifício a Zeus e Júpiter. Quando chamados por Maximiano que, para testar a sua lealdade, ordenou-lhes a participação nos ritos pagãos de sacrifício, Sergio e Baco se recusaram e assumiram sua fé cristã. A punição foi terrível.

Foram despidos e vestidos com roupas femininas e exibidos pelas ruas da aldeia. Flagelados com chicotadas, Baco morreu em 01/10/297 e Sergio foi condenado a caminhar quilômetros com os sapatos forrados com pregos afiados e, finalmente, à decaptação, em 07/10/297. Flagelados com chicotadas, Bacco logo morreu, Sergio foi levado para Resapha (Síria) e suportou intensos sofrimentos, caminhando quilômetros com os sapatos forrados com pregos afiados e finalmente foi decapitado. Ambos foram enterrados nos arredores da cidade de Resapah.

Em Roma os dois são representados pela arte cristã como soldados com roupas do exército e empunhando palmas de flores. Na Igreja ortodoxa, no Monte Sinai, o Mosteiro Ortodoxo de Santa Catarina foi mandado construir pela Imperatriz Helena de Bizâncio, e no seu interior há ícones de São Sergio e São Baco representados lado a lado, segurando, juntos, uma cruz. O fato é que São Sérgio e São Baco são considerados mártires da igreja cristã e viraram ícones do movimento gay.

Na Idade Média

Os dois foram suscitados em cerimônias para abençoar casais homossexuais.

Na Síria

Após a canonização, o Imperador Justiniano construiu, em honra de Sergio, igrejas em Constantinopla e Acre. A primeira foi transformada em mesquita e tem em seu interior raros exemplares da arte bizantina. Sergio foi nomeado patrono da Síria.

Na Igreja ortodoxa

No Monte Sinai, no Mosteiro Ortodoxo de Santa Catarina, mandado construir pela Imperatriz Helena de Bizâncio, são encontrados ícones de São Sergio e São Baco representados lado a lado, segurando, juntos, uma cruz. Em 2000, o Papa João Paulo II visitou o local.

O fato é que São Sérgio e São Baco, mártires da Igreja, viraram ícones do movimento gay, inspirando artistas. Suas imagens servem à defesa da união civil entre pessoas do mesmo sexo, cujas cerimônias são seladas com a leitura da oração dos dois santos.

Eles têm até um dia, os jovens amantes são venerados na liturgia bizantina em 7 de outubro.

Oração pronunciada durante o matrimônio religioso entre pessoas do mesmo sexo

Pantaleimon 780 del Monte Athos, século XVI – grego

Ó Senhor, nosso Deus e Governante, que fizeste a humanidade à tua imagem e semelhança, e lhe deste o poder da vida eterna, que aprovaste quando teus santos apóstolos Felipe e Bartolomeu se uniram, juntos não pela lei da natureza e sim pela comunhão do Espírito Santo, e que também aprovaste a união de teus santos mártires Sérgio e Baco, abençoe também a estes servidores N e N, unidos não pela natureza mas pela fidelidade. Permite-lhes, Senhor, amarem-se um ao outro sem ódios e poder continuar juntos sem escândalos, todos os dias de suas vidas, com a ajuda da Santa Mãe de Deus e de todos os teus Santos, porque teu é o poder e o reino e a glória, Pai, Filho e Espírito Santo.

Defensores da igreja acusaram Boswell de forçar a barra em seus estudos sobre os arquivos históricos da igreja. O livro era visto como panfletário, ou seja, interessava à militância homossexual forjar santos gays. Quem apoiou o historiador dizia que a igreja adulterou os arquivos antigos para esconder registros sobre a homossexualidade dos dois.

Estudos do Tarô - X - A Roda da Fortuna



X - A Roda da Fortuna - "Quando você deseja ficar quieto, parado, eu entro em ação. Promovo a instabilidade e as mudanças suaves que o farão mudar de planos. Sou a Roda do Destino, sua Fortuna pode ser boa ou má. Lembre-se: hoje você está acima, amanhã pode estar abaixo de minhas engrenagens..."

Estudos do Tarô - IX - O Eremita




IX - O Eremita - "A sabedoria que adquiri ao longo de minhas experiências, me fizeram perder a pressa de chegar ao destino. Vou caminhando, iluminando o mundo com minha Luz interna, a Luz de minha sabedoria..."

Estudos do Tarô - VIII - A Justiça




VIII - A Justiça - "Eu regulo a vida humana. Minha decisão é fria, direta e imparcial. Não julgo máscaras, vejo dentro de seu coração. Nada, nem ninguém pode com o fio de minha espada, pois sou eu quem aplica a Justiça Divina!"

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Canalização Saint Germain - Outubro




Vocês estão se dissolvendo neste momento – diante dos meus olhos –, se dissolvendo da realidade física. Não voltando, mas expandindo pra fora mais rápido que a velocidade da luz. Então, existem coisas mais rápidas que a velocidade da luz, como se comprovou.

Não importa o que aconteça, lembrem-se de que vocês têm todas as ferramentas pra lidar com isso. Todas as ferramentas. Eu olho pra cada um e todos vocês – os que estão assistindo online hoje – lembrem-se destas palavras: Não importa o que aconteça, vocês têm o equilíbrio, o seu equilíbrio. Vocês têm as ferramentas. Vocês têm a sabedoria.

Ah! Vocês estão perguntando: “Do que diabos o Adamus está falando?” [Risadas] “Ele está um tanto sério hoje.” Estou, sim. Estou. Quer seja um simples acidente de carro, sem nenhum dano terrível, ou a perda do emprego ou algo embaraçoso que aconteça a vocês, qualquer coisa desse tipo; ou algo que esteja acontecendo bem agora mundialmente que venha a afetar este planeta inteiro, permaneçam no seu equilíbrio. Vocês, às vezes, alegam não saber onde está seu equilíbrio, mas vocês sabem. Lembrem-se das ferramentas.

Primeira ferramenta: respirar. Respirar. Próxima: rir. É verdade. Depois, respirar. [Risadas] E, então, rir. E, depois, se lembrar, como eu gosto de dizer a vocês toda hora, que não tem a ver com vocês. Realmente não tem. Ah, vocês estão no meio da coisa, é claro, mas não pertence a vocês. Não tem a ver com vocês.

Mas a mágica real é a percepção de si mesmo, de sua presença bem agora, em cada dimensão em que operam. Vocês gostam de achar que só estão operando aqui, mas vocês estão operando num monte de dimensões.

Falamos de coisas como a Nova Terra, que é um conceito esotérico interessante. É meio vago. Vocês pensam em todas essas novas Terras. E eu tinha dito antes que havia uma Nova Terra, uma única Nova Terra que estava sendo arquitetada, projetada e manifestada por vocês no estado de sonho.

Agora, nem tudo está ocorrendo no estado de sonho. Vocês meio que estão vivendo entre os mundos neste exato momento. Partes de vocês estão expandindo agora enquanto vocês estão aqui sentados.

Este planeta não pode acomodar muitos mais em termos de população. As novas Terras que estão sendo criadas podem. Algumas são substancialmente maiores do que o atual planeta Terra – cem vezes maiores – e estão aí fora. E, por mais estranho que seja, apareceram nas notícias, bem recentemente, as evidências. E elas vão continuar a aparecer.

Agora, aqui está um artigo. Uma descoberta surpreendente: “Novo experimento espera capturar antimatéria bizarra.” Agora, acho que muitos de vocês sabem o que é o CERN, aquele laboratório imenso na Suíça que gerou muita controvérsia. Será que vamos explodir o mundo? Será que vão fazer alguns experimentos com as partículas científicas e vão sugar a criação inteira? Talvez tenha acontecido... [Algumas risadas] Nenhum prêmio pra isso [referindo-se às risadas]. Quem sabe?! Como vocês sabem que a realidade não foi sugada pra esse buraco negro? Mas, e daí? A realidade continua. Só porque entraram num buraco negro e foram sugados para um grande nada... ontem não vai ser diferente de hoje. [Algumas risadas]

Então, temos aqui os cientistas, nesse laboratório meio secreto e muito caro, na Suíça, fazendo esse experimento interessante com todas essas energias magnéticas e eletromagnéticas, lançando pequenas partículas do laboratório na Suíça pra um laboratório na Itália, chocando as partículas entre si. O que vocês acham que acontece? [Alguém diz: “Algo mais rápido que a velocidade da luz,”] Mais rápido que a velocidade da luz!! Pensei que nada fosse mais rápido que a velocidade da luz. Ah, Einstein, é isso aí! Existem muitas, muitas coisas mais rápidas do que a velocidade da luz, inclusive a consciência de vocês – começando pela consciência de vocês, passando pelos pensamentos, indo até os sentimentos. Tudo isso é mais rápido do que a velocidade da luz.

Quando se reduz ou se desacelera a energia, ela se torna luz. E, então, a partir da luz, de repente, ela diminui e vira o espectro eletro, que diminui e acaba por se transformar nesta realidade em que vocês estão.

Mas o interessante também é que esta realidade não está na base da pilha. Não é pra onde tudo desce, chegando ao fundo do recipiente. Esse é um modo muito dualístico de pensar na coisa, porque é um círculo. Não é um fosso. Porque, mesmo quando a energia desce pra esta realidade, ela continua a evoluir. Não volta pra cima, de onde veio, mas evolui para além. Considerem as implicações disso.

Existem partículas mais rápidas do que a luz. Além da matéria sólida, além da dualidade, há uma outra porta, uma outra física, outros sistemas operacionais, e não fica mais denso a partir daqui. Não fica. E vocês não voltam pra cima. Vocês continuam ao redor. Na verdade, é uma grande espiral. Vocês seguem dando voltas.

Vocês estão se dissolvendo neste momento – diante dos meus olhos –, se dissolvendo da realidade física. Não voltando, mas expandindo pra fora mais rápido que a velocidade da luz. Então, existem coisas mais rápidas que a velocidade da luz, como se comprovou.

Eu diria que a maioria dos humanos está viciada em drama. Realmente está. Vocês vêem isso. Qualquer um que tenha feito a SES – Sexual Energy School (Escola de Energias Sexuais) – vê isso. Eles são viciados em drama. Não podem viver sem ele. No momento em que o drama deixa a vida deles, eles se entediam. Eles se inquietam. Eles ficam desesperados. Daí, eles criam alguma coisa. Vão destruir as próprias coisas, ou normalmente as coisas de outra pessoa, pra se abastecerem.

Agora, o abastecimento é apenas energia meio que entrando em movimento – um movimento estranho – e, daí, eles dão uma bela mordida nisso. Eles gostam de ficar em volta. É estimulante. É como um vampiro. É um vampiro que se alimenta dos outros. Isso.

E, então, existem os auto-vampiros, as pessoas que adoram se alimentar do próprio drama. Elas não incluem ninguém mais.

Mas existem aqueles que realmente prometeram não se alimentar dos outros, daí, eles se tornam vampiros de si mesmos, e criam esse jogo, como bem sabe Aandrah, com os aspectos deles – um se alimentando do outro, o outro se alimentando do um. Eles, de fato, vão tão longe, acreditando que realmente isso vem de outro lugar, que criam divisões ou muros na identidade deles. É conhecido como transtorno de personalidade múltipla. Um aspecto se alimentando do outro, e eles têm que fingir que o outro não está realmente lá pra que possam achar que estão se alimentando. É meio como beber e comer ar, fingindo que tem mesmo alguma coisa. Dá pra se ter um pouquinho, mas não muito.

O Novo Pensamento vai confundir a mente de vocês por um tempo e, quando ele confundir a mente, vai confundir o corpo. Vai derrubar seus sistemas de crenças. O Novo Pensamento vai provocar uma enorme rash (erupção cutânea) de insegurança... uma parcela, ah, chamaremos de rash também.

Qualquer um tem rashes agora – e não estou olhando – qualquer um tem rashes. Muitas vezes, a dúvida se manifesta em rashes. É também uma boa forma, às vezes, de limpeza, a menos que seja um rash contínuo.

E vocês sabem agora que o único caminho pro céu, que é, na verdade, apenas uma tomada de consciência, o único caminho que eu conheço, que outros Mestres Ascensos conhecem, é amar a si mesmo. Só isso.

No Novo Pensamento, vocês pulam no abismo e, de repente... preciso dizer isso corretamente... de repente, a realidade se transforma, muda. Não é mais a beirada de um abismo. Não é mais um buraco fundo. É, na verdade, aquilo que vocês escolherem vivenciar no momento. De repente, trata-se de escolha, da qual falarei daqui a pouco; a escolha que surge muito rapidamente, bem depressa, e se manifesta muito rapidamente – é mais rápida do que a velocidade da luz –, que, de repente, é uma experiência real, uma verdadeira alegria.

Agora, lenta é a velocidade da luz neste momento ou lento é um pouco menos que seus pensamentos neste momento, alguns deles bem menos – mas, de repente, tudo começa a acontecer muito rápido.

Agora, escrevam o que eu digo, lembrem-se do que eu disse. Quando algo é posto numa garrafa, é enquadrado, é estruturado, quando a ciência não explora totalmente novas possibilidades fora das teorias vigentes, esse algo explode. O que está acontecendo com a educação, no momento, é que ela está oprimindo. A criatividade, todas as artes estão sendo excluídas, a música está sendo excluída. Como eu disse antes, a arte salvará o mundo. Verdade. Quando uma sociedade se torna artística, acima de tudo, significa que ela se liberou. Não é a pintura que vai libertar ninguém. É a consciência de que “podemos gastar nosso tempo com prazeres alegres, sensuais, na Terra, em vez de coisas mentais, em vez de regras e regulamentos.” Isso reflete uma sociedade livre.

O que acontece nos seus, digamos, nos seus vinte e poucos anos, 30, 40, é que vocês começam a adiar as coisas. Vocês – vocês – adiaram as coisas. Vocês se deram um monte de desculpas. Vocês não podem por causa disso, não podem por causa daquilo, não têm tempo pra fazer isso nem aquilo – basicamente pra si mesmos. Estão ocupados fazendo tudo pra todo mundo e pouco pra si mesmos. Está terrivelmente esgotada, por estes dias, a maioria das pessoas. Terrivelmente esgotada.

A maneira de dizer se vocês estão, agora, começando a ficar com esse Novo Pensamento é se o drama começar a sair da sua vida. Drama é um subproduto da mente. Uma vez que estiverem no Novo Pensamento, não há necessidade alguma de drama. Nenhuma necessidade desse grande confronto de dualidade. Nenhuma necessidade de entrar no seu drama – no seu próprio drama pessoal. Não estou olhando pra ninguém. Mas nenhuma necessidade de entrar nisso. O drama começa a se dissipar. Vocês vão se sentir meio nus por um tempo e, vez ou outra, vão querer voltar pro drama, mas então, de repente, vocês vão perceber o gosto amargo que ele tem, como se fosse um veneno. Por que continuam voltando pra ele? Ah, não estou olhando pra você, Padre. Por que continuam entrando no drama?

Quando vocês entram no Novo Pensamento, o drama vai embora e, com ele, a necessidade de ter altos e baixos a partir de uma posição mental ou emocional. Vocês vão se sentir um pouco estranhos, porque a emoção mal vai começar a sair porta afora e vocês já vão dizer: “Nossa, não sinto emoção nenhuma, mas, engraçado, eu me sinto bem mais feliz.” Humm.

Para lera canalização completa, basta entrar no link do Circulo Carmesin, presente no final deste bolg, na área Parceiros de Viagem

domingo, 2 de outubro de 2011

Estudos do Tarô - VII - O Carro




VII - O Carro - "Estou com a vida ganha e bem planejada. Alcanço tudo o que desejo. Porém, não usufruo por muito tempo de minhas conquistas, pois ainda me falta maturidade para isto. Minha grande emoção é percorrer o caminho e conquistar... Ganho hoje, amanhã já quero mais...!

Dica de Livro: O que seu médico não sabe...



O QUE O SEU MÉDICO NÃO SABE SOBRE MEDICINA NUTRICIONAL PODE ESTAR MATANDO VOCÊ

Título: O QUE O SEU MÉDICO NÃO SABE SOBRE MEDICINA NUTRICIONAL PODE ESTAR MATANDO VOCÊ

Autor: Ray D. Strand

Editora: M. Books

ISBN: 85-89384-45-4

A Medicina Nutricional como solução para a recuperação e manutenção da saúde e o retardamento do processo de envelhecimento

Revolucionário, o livro escrito pelo médico Dr. Ray Strand apresenta medidas simples que você pode adotar para proteger sua saúde, tanto no presente como no futuro – e até reverter males e enfermidades que porventura já existam. Segundo o autor, o livro, baseado em estudos de evidências científicas, tem como propósito educar. "Assim, ninguém deve usar as informações nele contidas para autodiagnósticos e tratamentos, nem como justificativa para aceitar ou rejeitar qualquer terapia médica para quaisquer doenças ou problemas de saúde", alerta o autor.

Baseando-se em pesquisas extensivas, extraídas de mais de 1.300 estudos clínicos Ray D. Strand, esclarece o papel crítico que a medicina nutricional desempenha em retardar o processo de envelhecimento e em recuperar a saúde, mesmo após a devastação provocada por enfermidades como diabetes, câncer, doenças do coração, fadiga crônica, esclerose múltipla e muitas outras.

"O Que Seu Médico Não Sabe sobre Medicina Nutricional Pode Estar Matando Você" vai ensinar:

• Por que as doses diárias de nutrientes-chaves recomendadas não preparam as defesas naturais de seu corpo para protegê-lo de doenças e quais as quantidades de que você realmente precisa;

• Como o oxigênio e seus derivados podem causar estragos em seu corpo e o que você deve fazer para reparar o dano;

• Por que o nível de seu colesterol NÃO é o segredo para protegê-lo de doenças do coração;

• Como você pode combater alergias e sinusites constantes;

Por que os remédios que seu médico pode receitar não são a melhor defesa contra doenças degenerativas crônicas.

Dividido em três partes, Antes de Começar; Vencendo a Guerra Interior e Medicina Nutricional, "O Que Seu Médico Não Sabe sobre Medicina Nutricional Pode Estar Matando Você" revela, ainda, como é possível colher os benefícios de descobertas de ponta na Nutrologia; como usar medicamentos como último recurso, e não como primeira opção; o que as evidências médicas realmente indicam sobre as causas do câncer, do diabetes, da artrite, do mal de Alzheimer, da fibromialgia e de muitas outras, além de ensinar qual a melhor estratégia contra o envelhecimento e como se proteger do lado negro do oxigênio.

Com tudo isso, a receita é: turbine o poder de cura natural de seu organismo!

O livro conta com a revisão técnica do Dr. Jairo Roberto Neubauer Pereira, médico graduado pela Universidade Federal de Minas Gerais. Cardiologista com título reconhecido pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e pós-graduando da Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP. Além disso ele é médico pesquisador da Unidade Clínica de Dislipidemias do Instituto do Coração HC – FMUSP.

O Que Seu Médico Não Sabe Sobre Medicina Nutricional Pode Estar Matando Você" já vendeu 50 mil exemplares nos Estados Unidos e foi traduzido para cinco idiomas: espanhol, francês, italiano, alemão e hebreu.

Sobre o autor

Ray D. Strand, M. D., graduou-se na Faculdade de Medicina da Universidade do Colorado e concluiu sua residência médica no Mercy Hospital, em San Diego, Califórnia. Há trinta anos ele vem trabalhando ativamente no atendimento médico familiar, e há sete anos vem concentrando sua prática médica na medicina nutricional, tendo feito palestras internacionais sobre o tema nos Estados Unidos, no Canadá, Austrália,nglaterra, Holanda e Nova Zelândia.