quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Palavras do Arcanjo Miguel



Dentro de um período de vida relativamente tranqüilo, em um esforço cotidiano, tendes a oportunidade de purificar, com o Fogo Violeta, a energia pesadamente acumulada de vícios e toda sorte de desejos de vosso eu inferior. Isso deveria ser para vós uma alegria se, realmente, estais convictos de que vós próprios podeis elevar-vos à maestria por meio dessa prática. Constantemente, os Mestres advertem: “Não queirais arrebatar a energia a energia exclusivamente para vós.” Portanto, não deveis limitar vosso ser, através do qual flui a desarmônica e depressiva energia; porém, transformai-a em pureza e bem-aventurança; perdoai-a e libertai-a.

Não devei concentrar vossa atenção em energias idênticas, nem reforçá-las por meio de vossa própria sensibilidade ou sentimento de revolta, de modo que possibilite a multiplicação de cada erro que flui, constantemente, como onda, de lá para cá, através da atmosfera da Terra. Reconhecei a realidade: onde uma palavra áspera é pronunciada, sempre está presente um sentimento de raiva e menosprezo: um gesto impaciente expressa desânimo, letargia, cansaço. Conscientizai-vos de que a energia é, realmente, Luz divina e maravilhosa; é uma parte do corpo dos gloriosos Hélios e Vesta. Quando há vozes em discórdia, isso indica que as vidas de tais pessoas foram apanhadas, passageira e momentaneamente, pelo pensamento e sentimento desarmônicos; elas, realmente, não sabem o que fazem. É, portanto, uma oportunidade para as emanações de vida inteligentes usarem, imediatamente, a transmutadora Chama Violeta (e outras purificadoras Chamas do Fogo Sagrado) para libertar e elevar as energias que foram carregadas de desarmonicamente. Não somente a energia será liberada; aprende-se também o autodomínio por meio desta prática – o uso constante do Fogo Sagrado.

Não há necessidade de invocardes, audivelmente, esse Fogo, se, acaso, estais em companhia de pessoas que necessitam de auxílio e não sabem nada a respeito dos Mestres Ascensionados, nem de Sua capacidade de auxílio. Contudo, através da força investida em vós (a presença da Imorredoura Chama Trina da Eterna Verdade, que está fixada em vosso coração ainda adormecido), podeis, silenciosamente, fazer ressurgir o poderoso Foco de Luz da transformadora Chama Violeta, que instantaneamente, entra em ação, domina e purifica toda a energia desarmonicamente carregada. Podeis elevar a qualidade da energia também, nos objetos supostamente inanimados por meio do uso dessa Chama.

O Bem-Amado Serapis Bey vos disse que Sua Chama da Ascensão é tão prática a ponto de ela, realmente, afinar um piano ou manter um motor em ordem. A Chama da Ascensão também possui o poder de prestar serviços práticos na restauração de objetos “inanimados” que tendes em vossos lares. Deixai a Chama da Ascensão flamejar, constantemente, em vossos lares; ireis perceber, após algum tempo, a transformação que se verifica em vosso ambiente. Ela transforma a desarmonia que, muitas vezes, surge na vida familiar.

Vosso Bem-Amado Saint Germain prometeu-vos o Seu auxílio no uso da Chama Violeta, se, realmente, acreditais em sua eficácia e realidade. Constantemente mantendo-a e expandindo-a, apresentar-se-ão resultados imediatos. Se percebeis que não possuís fé suficientemente na Sua obediência e capacidade em vos servir, então apelai a Mim, para dar-vos o sentimento de Minha fé, que necessitais. Essa é a razão de Minha existência – expressar a realidade e o poder da Divindade da mais alta Fonte deste Universo.

Refleti: o Criador sempre é maior do que a Sua criação!

Toda vez que usais, destrutivamente, vosso livre-arbítrio, as conseqüências transpassam o vosso mundo sentimental e se manifestam, como experiência dolorosa, no mundo externo. A misericórdia e o amor do coração do Eterno Deus Pai-Mãe não se resumem, apenas, na vontade de deixar-vos retornar ao Lar, mas também são capazes de permitir-vos viver em paz na eterna harmonia universal.

Há incontáveis séculos, inclinava-Me, reverentemente, ante o trono de vosso e Meu Deus; hoje, estou aqui ante vós. Sou um servidor dessa Divindade e da Luz em vossos corações. Procurai sentir, em vossa vida, a Minha fé e o Meu amor, irradiando-se em vosso mundo, e compreendei a importância da determinação divina – transformar este planeja e sua evolução em uma cintilante “Estrela da Liberdade”.

Tenho sido chamado “O Anjo da Libertação”, porque a qualidade de Minha emanação de vida é uma atividade que causa imediata manifestação, quando é aceita pela consciência da humanidade.

Através dos tempos, os seres humanos, têm-Me figurado devassando a emaranhada atmosfera na qual as almas aprisionadas pedem libertação. Pelo poder de Minha Espada Flamejante, tenho-as soltado das amarras infernais e purgatoriais para lugares de luz e paz.

Essa atividade é verdadeira e Meu serviço, durante vinte horas de cada período de vinte e quatro, é dedicado ao Plano Astral, que inclui a mais baixa atmosfera da Terra, onde a humanidade encarnada funciona, assim como o plano em que os desencarnados habitam. Porém o Meu serviço, agora, é treinar as emanações de vida que professam interesse em auxiliar no preparo da Terra para sua Iniciação ao final deste período.

Pretendo que elas não contribuam mais para apertar as vendas e cadeias que agrilhoam as almas, que cegam os sentidos, que cobrem os Poderes Divinos; pretendo que, ao contrário, se dediquem, agora, a dar segurança e fé à humanidade da Terra.

Posso prestar esse serviço através de irradiações, onde Eu seja solicitado a fazê-lo. A irradiação dos Mestres Ascensionados, a Nossa e a vossa Presença Individual são tão reais como a luz e o calor do Sol físico, porém o homem precisa ir ao seu encontro para usufruir seus dons e poderes. O homem está tão habituado a sintonizar-se com vibrações de discórdia, que é requerida uma aplicação resoluta e constante, da parte do indivíduo, para livrar-se das ações vibratórias negativas de seu mundo de pensamento e tornar-se receptivo às vibrações mais delicadas que lhe oferecemos tão espontaneamente. Às emanações de vida que se esforçam em anular a personalidade destrutiva e que apelam por Nossa presença, Nós sempre atendemos! Dentro do mais profundo recesso de vossos sagrados corações, Eu pronuncio as palavras da verdade.

No princípio, Nós e vós éramos uma única consciência, que incorporava a verdade da vida, o amor de Deus e o poder do esforço criativo individual, pelo qual toda idéia recebida era capaz de exteriorizar-se imediatamente.

Quando escolhestes, o caminho da encarnação, aquela consciência veio convosco e, naqueles tempos remotos, éramos tão unidos como na época em que habitávamos juntos o Seio do Pai da Luz.

No decorrer das eras, o véu dos pensamentos e sentimentos humanos encobriu vossa consciência e, finalmente, veio o tempo em que a vossa personalidade exterior desassociou-se de Nossa identidade uma, de Nossa unidade de propósitos, desígnios e corações.

Podeis então imaginar Minha alegria por ver que, presentemente, Me aceitais, permitindo novamente que Eu vos traga aquela consciência original que não é só Minha, porém nossa.

Gradualmente, isso invalidará as vibrações que tendes assimilado da herança humana e assumireis a gloriosa liberdade da Legião Angélica; então, o poder do vosso momentum reluzirá como fogo, realizando aquilo que determinardes.

Muito freqüentemente tendes estado, agora, Comigo nos Planos Internos, e observais o poder flamejante da Energia Divina dirigida, quando ela é expelida de Meu coração e ondulada em torno de uma emanação mergulhada em sombras, quando ela queima os tentáculos da criação humana para livrar a alma. Só então é dada a um dos anjos da Hoste Angélica a alegre oportunidade para tomar a alma em seus braços de Luz e carregá-la para esferas onde a felicidade e a liberdade provêm o clima necessário à sua evolução.

Arcanjo Miguel – Seu Auxílio, Seu Trabalho, Seus Ensinamentos – Ponte Para Liberdade

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Estudos do Tarô - VI - O Enamorado




"Eu Sou Livre. Estou de plena posse de meu livre-arbítrio e tomo minhas decisões sem me preocupar com as consequências no amanhã. Quero ser feliz e experiências tudo que a vida me trouxer...

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

O Mundo Precisa de Mais Reikianos



Há muitos séculos, informações de cunho energético, espiritual e científico vêm sendo mantidas muito bem escondidas da humanidade como segredos impublicáveis. Isto, para evitar que a mente humana, ainda inapta de relembrar ao homem quem ele realmente é, possa fazer um uso não construtivo desses conhecimentos. Assim, é que até hoje não foi dado ao homem saber como foram construídas as pirâmides em Gizé, não foi dado ao homem saber quem e o que eram realmente os deuses das antigas culturas e, ainda, não foi dado ao homem saber da verdadeira história da humanidade com suas lendárias Atlântida e Lemúria.

Este adormecimento histórico-cultural foi uma escolha consciente da atual humanidade, em tempos não registrados pela história conhecida, é verdade, mas ainda sim foi uma decisão consciente. Uma ótima demonstração disso foi a deliberada tentativa de destruição do maior acervo de conhecimentos que o homem atual concentrara em um único ponto do globo, estou referindo-me ao incêndio da Biblioteca de Alexandria, ocorrido em 646 d.C. Isto, por que o homem “moderno”, segundo pensavam alguns, não deveria saber de sua verdadeira origem, nem tampouco dos verdadeiros fatos históricos ocorridos em diferentes culturas e épocas do passado.

No entanto, estamos vivendo uma época de desfechos definitivos para todos os seres hoje presentes na Terra e assim, essas informações estão sendo novamente trazidas a público deixando-as à disposição para todos os interessados para que tenham, novamente, a oportunidade de fazer uma escolha consciente, para que tenham, ainda, novamente a oportunidade de elevar o padrão vibratório de seus corpos tridimensionais.

Dentre essa gama de informações novas que estão voltando ao domínio público, podemos citar o conhecimento da energia Reiki.

O Reiki nunca foi uma novidade descoberta no final do século XIX como pensam alguns. Seus símbolos, bem como a energia em si mesma sempre estiveram presentes, fazendo parte de nosso cotidiano. Exato, o Reiki nunca foi uma novidade, pelo contrário, houve tempos em que receber e redirecionar essa energia era tão comum quanto respirar – sendo que todos os humanos o tinham consigo! Houve que a humanidade foi fechando seus canais de percepção para as realidades suprafísicas e, assim, foi esquecendo-se também de mais essa aptidão que até então fazia parte de seu ser.

Quer dizer que a humanidade toda foi reikiana? Sim, mas naquela época, não havia todo este misticismo e pompa que hoje é colocado para os Discípulos, pois, como já foi dito, era tão normal e simples quanto respirar, e ainda hoje o é, vocês é que não desenvolveram a percepção disso ainda. Portanto, o que acontece na sintonização Reiki é apenas um desbloquear energético do corpo físico, para que o ser, ora encarnado, relembre-se de como voltar a assimilar e utilizar uma força que sempre usou no passado.

Somente em sabermos que toda a humanidade já esteve receptora ao Reiki (pois é um bem espiritual comum de todos os seres, assim como a água o é para os humanos), já seria suficiente motivo para iniciarmos uma campanha a nível mundial para a proibição de cobrar-se pela (re) sintonização. Mas há ainda outro motivo. A energia, que hoje é chamada de Reiki, nada mais é do que o prana. Sim, isso mesmo, o prana tão conhecido pelos praticantes do Yoga e pelos místicos do mundo todo. Esse mesmo prana que permeia seu corpo, o cosmos e tudo o que você pode perceber. Então você acaba pagando R$300,00 ou R$3.000,00 na sintonização somente para perceber conscientemente o prana que está bem debaixo do seu nariz. Muitos mestres de Reiki sabem disso, mas não dizem aos discípulos - por quê?

A diferença entre um sintonizado e um não sintonizado ou Iniciado em Reiki é somente de percepção, pois o reikiano nada mais é do que alguém que (re) aprendeu, que voltou a perceber conscientemente o prana e a interagir de forma consciente com ele, coisa que todos já fizemos em tempos passados, como já dito.

Quando o Reiki voltou a ser ofertado para a humanidade encarnada, pelos Mestres da Luz, ele não era cobrado. A comercialização iniciou-se em meados do século XIX, quando algumas Mestres e Discípulos, achando que o Reiki estava sendo tratado com banalização e descaso por parte das pessoas, resolveram que, se passassem a cobrar pela sintonização, estariam, assim, revalorizando-o novamente. No entanto, essa aparente banalização foi planejada pelo Mestres da Luz, para garantir a popularização e distribuição mais rápida desta energia pela face do globo terrestre. Algo como o que ocorreu com a mediunidade espírita. Havia outra alternativa à comercialização? Sim, o plano inicial era que se passasse a fazer palestras e workshops, já no início do século XX, explicando às pessoas o que verdadeiramente era o Reiki – prana. Contando à toda a humanidade sobre o passado em que nós vivêramos na Lemúria com essa energia intrínseca em nosso corpo e nossas mãos. Contando do uso que fazíamos desta energia em Atlântida, mas principalmente na Lemúria, onde o Reiki teve seus tempos áureos. Relembrando a todos deste outro atributo da humanidade. Por isso que os Mestres da Luz promoveram essa popularização e não banalização do Reiki como foi colocado. Jamais devia-se ter comercializado um atributo tão sagrado e espiritual como este. O plano inicial dos Mestres da Luz era que até os anos de 1996 e 1998 pelos menos 65% da humanidade já estivesse novamente de posse desta energia – o que não aconteceu. Por isso é que foi promovida a popularização (e não banalização), popularização essa que só traria benefícios ao planeta e à humanidade. Esta orgia financeira e inconseqüente que foi realizada em cima do Reiki por algumas décadas não ficará sem resposta. Não, não será nenhum castigo divino, apenas a conseqüência de ter sido aceito cobrar e pagar por algo impagável. Haverá momentos em que precisarão desta energia em muitos canais e não terão suficiente irmãos sintonizados para realizar os trabalhos programados para o futuro que se aproxima, isto por que muitos ficaram de fora da sintonização por não terem condições financeiras de pagar por ela. É mais ou menos como o “colher o que plantaram”.

Todas estas informações estavam, sim, à disposição dos mestres e discípulos do início do século XX. Os mestres encarnados, já naquela época, sabiam da existência dos Mestres da Luz, dos Mestres incorpóreos do Reiki que estão sempre presentes nas sintonizações e trabalhos efetuados com esta energia. Estes benfeitores da luz estavam prontos para transmitir estas informações a todos aqueles que estivessem abertos para recebê-la, mas perderam o propósito inicial, cedendo seu ser espiritual para o comércio material. Exato, os mestres encarnados alteraram o programado pelos Mestres Reikianos Incorpóreos.

Como seria se tivessem de pagar para poder usar um rim ou o baço? Como seria se tivessem de pagar para usar os órgãos do corpo ou até mesmo para respirar? Pois foi exatamente isso o que vocês fizeram com o Reiki.

A hierarquia reikiana mestre/discípulo deixou a muitos cegos pela ostentação e, o que é pior, pela “sensação” poder sobre o outro. Esses incorreram em atitudes do passado. Foram, assim, esquecendo-se do propósito inicial que fez com que o Reiki voltasse a fazer parte da consciência do homem e de sua vida. É chocante constatar que ainda hoje, há pessoas que aceitam e até mesmo buscam desesperadas por essa condição, aprisionam-se, a si mesmos e aos seus pseudomestres, em uma simbiose doentia de Ser dominado e Ser dominador, o que pode ser classificado como uma expressão diminuta de sadomasoquismo espiritual.

Felizmente, este quadro está prestes a mudar. Este sistema deturpado de espiritualização está com os dias contados. Diversos Seres da Luz estão comunicando ao redor do globo, através de canais como Geofrey Hoppe (Canadá), que há mais 10 filamentos de DNA nos corpos invisíveis do homem, conhecidos como GNA que, de alguns anos pra cá, estão sendo reativados dentro das suas células físicas. Assim que estes 10 filamentos de GNA estiverem reativados em sua totalidade, o véu que a humanidade baixou sobre si mesma será levantado e também todos os humanos voltarão a canalizar novamente o prana (Reiki) conscientemente; o homem passará, então, por grandes mudanças em seu mundo corpóreo quando este tempo chegar.

Isto não é uma previsão do futuro ou uma opinião pessoal. Estamos apenas comunicando à humanidade o próximo passo que, em dias próximos, será dado. Darão por que escolheram que assim fosse.

Anjo Tobias.


sábado, 17 de setembro de 2011

Constituição da Matéria – Elementos – A Gênese




O ponto de partida do fluido universal é o grau de pureza absoluta, de que nada pode nos dar uma idéia; o ponto oposto é a sua transformação em matéria tangível. Entre estes dois extremos, existem inumeráveis transformações, que se aproximam, mais ou menos, de um ou do outro. Os fluidos mais vizinhos da materialidade, os menos puros por conseqüência, compõem o que se pode chamar a atmosfera espiritual terrestre. É neste meio, onde se encontram igualmente diferentes graus de pureza, que os espíritos encarnados e desencarnados da Terra haurem os elementos necessários à economia de sua existência. Estes fluidos, por sutis e impalpáveis que sejam para nós, não o são menos de uma natureza grosseira, comparativamente aos fluidos etéreos das regiões superiores.

Ocorre o mesmo na superfície de todos os mundos, salvo as diferenças de constituição e as condições de vitalidade próprias a cada um. Quanto menos a vida é material, menos os fluidos espirituais têm afinidade com a matéria, propriamente dita.

A qualificação de fluidos espirituais não é rigorosamente exata, uma vez que, em definitivo, é sempre da matéria mais ou menos quintessenciada. Não há de realmente espiritual senão a alma ou princípio inteligente. São assim designados por comparação, e em razão, sobretudo, de sua afinidade com os espíritos. Pode-se dizer que são a matéria do mundo espiritual: é por isso que são chamados fluidos espirituais.

Quem conhece, aliás, a constituição íntima da matéria tangível? Talvez não seja ela compacta senão em relação aos nossos sentidos, e o que o provaria é a facilidade com que é atravessada pelos fluidos espirituais, e os espíritos, para os quais não são mais obstáculos do que os corpos transparentes não o são para a luz.

A matéria tangível, tendo por elemento primitivo o fluido cósmico etéreo, deve poder, em se desagregando, retornar ao estado de eterização, como o diamante, o mais duro dos corpos, pode se volatizar em gás impalpável. A solidificação da matéria em realidade, não é senão um estado transitório do fluido universal, que pode retornar ao seu estado primitivo quando as condições de coesão deixem de existir.

Quem sabe mesmo se, no estado de tangibilidade, a matéria não seria suscetível de adquirir uma espécie de eterização que lhe daria propriedades particulares? Certos fenômenos, que parecem autênticos, tendem a fazê-lo supor. Não possuímos ainda senão as balizas do mundo invisível, e o futuro nos reserva, sem dúvida, o conhecimento de novas leis que nos permitirão compreender o que é ainda, para nós, um mistério.


(Jesus acalmando a tempestades) – Não conhecemos ainda bastante os segredos da Natureza para afirmar se há, sim ou não, inteligências ocultas que presidem à ação dos elementos. Na hipótese da afirmativa, o fenômeno em questão poderia ser o resultado de um ato de autoridade sobre essas mesmas inteligências, e provaria um poder que não foi dado a nenhum homem exercer.

A humanidade cumpriu, até este dia, incontáveis progressos; os homens pela sua inteligência chegaram a resultados que não atingiram jamais em relação às ciências, às artes e ao bem-estar material; resta-lhes ainda um imenso progresso a realizar; é o de fazer reinar entre eles a caridade, a fraternidade e a solidariedade, para assegurar o bem-estar moral. Eles não o poderiam nem com as suas crenças, nem com as suas instituições antiquadas, restos de uma outra época, boas para uma certa época, suficientes para um estado transitório, mas que tendo dado o que elas comportavam, seriam um ponto de atraso hoje. Não é somente o desenvolvimento da inteligência que é preciso aos homens, é a elevação do sentimento, e para isso é necessário destruir tudo o que poderia superexcitar, neles, o egoísmo e o orgulho.


A Gênese, 1868 – Allan Kardec – capítulo XIV: 5, 6 – capitulo XV: 46 – capítulo XVIII: 5 – Editora IDE.

domingo, 4 de setembro de 2011

Estudos do Tarô - IV - O Imperador



"Eu mantenho minha posição e tudo aquilo que eu conquistei no passado, custe o que custar! E Sou o Pai desta humanidade e todos me devem obediência."

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Canalização Saint Germain - Setembro (trechos)




Vocês nunca, jamais, irão simplificar nada a partir daqui. Este pequeno dispositivo chamado cérebro foi especificamente desenvolvido e programado para a confusão. Ele se sente feliz com isso.

Assim, Shaumbra, está difícil lá fora, e temos falado sobre isso há um bom tempo. Acho que se pode dizer que foi profetizado. Vejam, não penso muito em termos de profecia, porque isso acaba entrando na alçada do charlatanismo, às vezes. E, se alguém realmente rastreasse as profecias, descobriria que muitas delas simplesmente não se realizam. Muitas profecias estão repletas de drama. Mas, se alguém que pudesse destilar a consciência e a energia, olhasse pra isso a partir de uma perspectiva muito simples, vista de 1.000, 2.000 anos atrás, 5.000, 10.000, chegaria à mesma conclusão básica: a humanidade vai, em algum momento ou outro, passar por uma tremenda evolução. Haveria mais seres encarnados na Terra do que em qualquer outra época – um nível populacional mais elevado – combinado com novos seres vindo de outras esferas e que nunca estiveram na Terra antes, combinado com a nova Energia, combinado com um monte de caos, tudo ao mesmo tempo.

Na verdade, como eu já disse, mas vou repetir aqui – e digo isso sinceramente –, os líderes políticos deste mundo... e são realmente muito poucos que eu chamaria de líderes... os líderes políticos deste mundo não são espertos o suficiente pra fazer uma conspiração. Realmente não são. [Risadas] Não mesmo. [Alguns aplausos] Eles estão tão atolados no próprio lixo, em seus egos e agendas, que não conseguem subir para o nível de clareza e simplicidade necessário pra colocar em prática uma conspiração.

Muita energia está em movimento agora, está em caos. Caos total. A energia está derrubando os velhos sistemas e tentando construir novos... não quero chamar de sistemas... mas novos modelos ou padrões, novas orientações para o modo como as coisas têm sido. Este mundo está numa crise de energia. Crise de energia. Se derem uma olhada em tudo neste momento, o combustível, é óbvio. A situação dos combustíveis — há uma crise de energia aí. Isso tem sido falado há tempos, não é algo novo, mas este planeta tem usado combustíveis muito velhos, arcaicos. E é incrível, porque há energia no ar neste momento, só que ninguém sabe como juntá-la e utilizá-la. Chegaram perto algumas vezes, mas não acertaram ainda, porque... porque... porque...

E, meus amigos, isto não é uma previsão; está acontecendo. Não é drama; é real. Muitos humanos querem fechar os olhos pra isso, mas vocês podem, de fato, fazer alguma coisa. Vocês estão fazendo alguma coisa.

Vocês pegam os próprios pensamentos e os combinam com sua antena psíquica – a sua capacidade de receber sentimentos externos e outras coisas. Vocês juntam tudo, chamam de seu e tendem a analisar tudo isso. E é tão desgastante que, daí, vocês tentam interromper esse fluxo, mas não conseguem. Ele continua fluindo e vocês entram num dilema. Vocês ficam muito confusos. Vocês transformam tudo em caos. Tudo são problemas e confusões, e vocês não sabem como seguir adiante. Então, vocês pensam em deixar este lindo planeta. Vocês pensam em tentar novamente na próxima existência. Quantas vezes vocês já não disseram isso? “Vou tentar na próxima vida.”

Esta é a existência. Vamos passar por isso nesta existência. Chega de ficar voltando. Sim. Sim. [Aplausos da plateia]

Deus fez vocês porque Deus se amava tanto que queria que houvesse outras pessoas pra saber como era isto: simplesmente estar apaixonado. É por isso. E Deus fez você porque, assim, ele teria a experiência de como é ser um garotinho. Obrigado. [Aplausos da plateia]

Eu tenho, sim, um lado doce. [Risadas]

Metaforicamente falando, potes cheios de ouro estão prontos pra vir. Ondas de energia estão esperando. Um pessoal de apoio está de sobreaviso, a postos. Muita coisa está pronta pra vir e servir vocês, e vocês dizem: “Não sei se tenho valor. Não sei se mereço. Vou mais é me afastar.” Então, o quê? Querem voltar noutra existência e serem pobres novamente, ficarem confusos de novo? Querem passar por todas essas questões novamente? Não.

(para ler a canalização na íntegra, acesse: http://www.novasenergias.net/circulocarmesim/textos/e2012_1.html)