quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Canalização Saint Germain - Dezembro

Nesse processo inteiro de limpeza, é preciso entender que vocês entram nesta condição humana – pelo design, é claro, mas daí vocês se esquecem de que foram vocês que fizeram esse design, esse projeto –, vocês entram nesta condição humana e chegam num ponto em que fica muito difícil, e é hora de acontecer uma liberação, que pode-se chamar de limpeza. É se desligar da identidade, o que parece a morte. Parece a escuridão mais escura, mas de fato não é. É uma ilusão. É a maior das bênçãos e dádivas que vocês podem se dar, se liberarem das energias presas de uma identidade que serviu a vocês até então, pois existe algo ainda maior, criado por vocês, os designers; vocês, os designers da sua vida.

Assim, vocês estão nesse processo de liberação. Ou talvez não seja realmente uma liberação. Talvez seja, de fato, uma aceitação. Não é a mesma coisa? A total aceitação não é uma liberação do que vocês achavam que deveria ser o design, uma liberação da vida que esse design meio que assumiu por conta própria, e agora vocês trazem esse design de volta?

Vocês foram brilhantes em colocar esse véu que os mantém totalmente afastados da lembrança, mas o véu é uma ilusão. É tênue, muito tênue. Como Aandrah diz: “Está a meia respiração de distância.” Mas será que vocês estão dispostos a dar essa meia respirada? Será que estão dispostos a realmente ter ousadia e coragem? Porque tudo mudará quando tiverem.

A identidade não deixará de existir. Ela simplesmente assumirá uma âncora de realidade diferente em sua vida, em seu design. Vamos falar de âncoras de realidade hoje.

É preciso ser rápido! Tem que saber quando estão tirando uma foto sua. Nunca se sabe quando vão tirar “aquela” foto. Nada pior do que uma foto ruim no Facebook. [Risadas] Devia ser proibido, devia ser ilegal. Não sei. Já vi cada... não de vocês. As de vocês são adoráveis.

Os Mestres Ascensos, em sua maioria, os 9.000 mais ou menos que ascenderam, têm a iluminação e, em questão de dias, talvez semanas, talvez um ano ou dois, deixam o corpo físico. É muito difícil permanecer neste ambiente denso. Com a iluminação, é muito difícil suportar a consciência de massa, é muito difícil ficar nesta massa sólida – o corpo dói; é muito difícil pra consciência – e muitos Mestres Ascensos sentiram que estavam sendo sugados novamente pra longe da iluminação, mesmo que isso não fosse acontecer, mas é como se houvesse um efeito de falso afogamento. Vocês sentem que vai acontecer.

Daí, muitos partiram. Não Kuthumi. Ele andou pela Terra por muitos e muitos anos após sua iluminação. E ele contou a história do que ele fez em seguida.

Então, ele disse: “É muito simples.” Destilem isso pra chegarem na essência. Ele disse: “É tão simples, pra qualquer um de vocês, como dizer: ‘Sim, sou iluminado.’ Não ‘eu quero ser um iluminado’, não ‘eu vou ser um iluminado’, não ‘Algum dia, talvez... preciso estudar pra isso.’ ‘Eu sou iluminado.’” É isso. É isso. Vocês podem largar tudo agora – “Eu sou iluminado” – porque no momento em que dizem isso, isso começa a acontecer. No momento em que sentem isso, isso começa a atrair essas energias. De repente, quando sentem – “Sim, Eu Sou iluminado” –, vocês começam a acreditar nisso. Vocês começam a viver isso. Todo mundo também acredita. Vocês vão pela rua dizendo pras pessoas. “Edith, é, eu sou iluminado.” Mas vocês dizem isso com aquela voz – “É, eu sou iluminado” – meio indiferente... “É, eu sou iluminado.” Como se deixassem implícito: “Você não é?” E eles acreditam, Edith. Acreditam e, de repente, ficam impressionados e querem saber: “Como você fez isso?” E você respira fundo...

Esta vida não é apenas uma extensão de suas vidas passadas, não é apenas outra progressão de suas vidas passadas. Não é. Eu disse em Frankfurt, e alguns realmente se ofenderam com isso... Eu disse: “Suas vidas passadas não são vocês.” Não são. Não são mesmo. Esqueçam isso. Nenhuma delas é importante. Metade delas é fabricada; metade é puro makyo. Realmente é. A outra metade vocês acabam relacionando às energias arquetípicas de Yeshua ou Moisés ou Cleópatra ou Maria Madalena ou seja lá quem for.

Elas são reais, mas não são reais. Em outras palavras, elas são uma parte ativa desta experiência toda que vocês estão tendo, mas há essa coisa que o humano – o humano limitado – faz. Ele diz “Eu fui Maria Madalena” pra tentar incutir algum valor a si mesmo, eu acho. Bem, sim, vocês foram parte de Maria Madalena, uma pequena parte em conjunto com muitos outros, mas vocês não foram Maria Madalena. Vocês não são Maria Madalena.

Vocês não são as suas vidas passadas. Elas são primas da sua alma. Vocês têm irmãos, irmãs ou primos, mas eles não são vocês. E, quanto mais cedo vocês se livrarem disso, mais cedo vão se libertar, se desoprimir, se desvencilhar dessa porcaria. Algumas ainda estão por aí, essas vidas passadas, traumatizadas, ativas, buscando uma nova moradia, procurando uma nova casa – vocês. Ainda estão... Não se libertaram, e a alma, em seu brilhantismo, permite que elas façam isso. Vocês dizem: “É realmente uma burrice da alma. Por que a alma não as convoca, não faz com que voltem?” Bem, vocês não podem. Um criador não pode forçar que suas criações voltem. Vocês só podem pedir que voltem.

Então, fica esse monte de aspectos de vidas passadas por aí – traumatizados, apavorados, perambulando pela Terra, dando aqueles passeios noturnos –, mas não são vocês! Isso é que é incrível. Não são vocês. São uma outra expressão de sua alma, portanto, estão relacionados a vocês, mas tomem como exemplo isto: Vocês se sentem uma extensão de seus primos? Não! Vocês são totalmente diferentes. Vocês são únicos. Vocês são vocês.

A alma, vocês – vocês – perceberam que são Standards para todas essas outras vidas passadas, para todos os outros humanos, para si mesmos. Vocês são o ponto de integração de si mesmos. Vocês são o ponto de iluminação para si mesmos, não aquelas outras existências. Mesmo que tivessem sido um Buda – não teria acontecido naquela existência. ESTA é a existência, aqui, agora.

Vocês são o ponto de integração. Vocês são, como disse Tobias anos atrás, os chamados aprendizes da ascensão do eu, da alma, e, pra fazer isso, sua alma vem pra cá se juntar a vocês. Sua sabedoria chega. A sua sabedoria chega. É só isso. Não tem nenhum grande ser angélico esvoaçante. É a sabedoria de vocês que vem das outras esferas – e nem mesmo das outras esferas; é apenas um bloqueio imaginário – e é absorvida por seu Corpo de Consciência.


E aqui está uma dica. Os Mestres Ascensos estão voltando agora. E estão voltando no corpo físico, mas estão voltando diferentes. E se vocês pudessem voltar no corpo físico por opção – escolhendo os pais, a situação –, mas não por escolhas humanas estúpidas, não por escolhas do tipo “vou ganhar na loteria”. Isso é uma escolha estúpida. É a mais estúpida das escolhas que já ouvi de um humano. “Preciso ganhar na loteria.” Vocês vão perder a sua energia, a minha energia, querendo ganhar na loteria? Que estupidez. Me desculpem. Para aqueles que pararem no posto de gasolina voltando pra casa e... Me desculpem! É estupidez. Por quê? Vocês ficam desejando e esperando. Vocês estão na consciência de massa quando jogam na loteria.

As coisas vão mudar no ano que vem. Vão ficar mais intensas. Vão ficar mais caóticas. Vão ficar piores. Vão ficar... Vai ser um ano desafiador pra muitas pessoas que estão realmente empacadas – pessoas que estão empacadas – porque as energias que chegam em 2012 são energias de mudança. Essa previsão vem de longa data, que este é o ano da mudança.

Não se deixem pegar pelo drama, pelas manchetes, pela conspiração. Vocês vão ouvir mais conspirações do que nunca no ano que vem. Tudo vai ser conspiração. Meio que vai, mas é uma conspiração estúpida. E eu já disse, as pessoas no comando dos governos, sinto muito, mas elas não são brilhantes o suficiente pra realmente fazerem uma boa conspiração pra dominar o mundo. Primeiro, por que iriam querer? Por que iriam querer? O que se ganha quando se domina o mundo? Está tudo falido. Tem muita doença. Um monte de guerra, de pessoas famintas, de pessoas estúpidas. Tem muito disso por aí.

Tudo tem que vir à tona. 2012 vai ser o ano em que as coisas vão aparecer. Não é o fim do mundo, mas coisas vão aparecer. Elas estão sendo pressionadas e forçadas pra isso.

O amor foi inventado aqui, criado aqui e vivenciado aqui, bem aqui na Terra. O amor não veio de outro planeta. O amor não veio de Deus, sequer. Deus não sabia nada de amor até acontecer com vocês. Nada. Como o Espírito poderia conhecer isso? O Espírito conhecia a conexão com vocês, mas o Espírito não conhecia o que era amor. Agora conhece por causa de vocês, por causa do que vocês vivenciaram. E, quando vocês vivenciaram o amor, vocês sentiram aquele arrebatamento dentro de si e expandiram, momentaneamente, pras outras dimensões e, de volta ao Lar, vocês disseram “eu amo você, querido Deus”, como se dissessem pra si mesmos: “Eu me amo.” Deus sentiu isso, uma vez que nunca tinha sentido antes, que não sabia o que era amor, e ficou comovido e disse: “Eu também amo você. Agradeço por me mostrar o que é amor.”

O amor é uma das únicas substâncias de toda a criação que é indetectável. Não se pode analisá-lo, não se pode medi-lo, não se pode detectá-lo; só se pode vivenciá-lo.

Para acessar a canalização completa, basta entrar em http://www.novasenergias.net/circulocarmesim/textos/e2012_4.html

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

As Crianças Deveriam Estudar o Tarô

O Tarô deveria ser aprendido na vida o mais cedo possível, sendo um fulcro para a memória e um esquema para a mente. Deve ser estudado continuamente, como um exercício diário, pois é universalmente elástico e cresce proporcionalmente ao uso inteligente que dele se faz, tornando-se um método extremamente engenhoso e excelente para a apreciação da totalidade da existência.

Aleister - O Livro de Thoth

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Arcanos Maiores e Menores - Exemplo para os alunos

Este é um exemplo que dou de como usar os Arcanos Maiores com os Menores, assim, desejo ajudar a esclarecer as dúvidas que existem a este respeito. Caros, uma cliente me permitiu usar uma questão levantada para servir de exemplo para vocês. Sua pergunta era simples: “desejo abrir um loja de roupas, devo fazer isto no mês de janeiro?” Pergunta simples, resposta direta e simples utilizando o método Péladan. Aqui, vale lembrar, analisamos apenas os atributos materiais de cada Arcano Maior, sendo que foram usados Arcanos Menores também.

Casa 1 – Louco + Pajem de Ouros = para as questões materiais, o Louco representa precipitação, erro e o Pajem de Ouros nos fala da expectativa em realizar algo novo. Ou seja, a cliente talvez esteja deixando se levar pela impulsividade, desejando preencher sua vida com uma atividade o mais rápido possível e isto, talvez, atrapalhasse seu projeto que pode não estar bem elaborado no momento.

Casa 2 – Temperança = VI de Ouros = a Temperança na casa negativa do Péladan significa precipitação, desacordos, desuniões. E o VI de Ouros também fala de precipitação (!) e dívidas desnecessárias, ou seja: abrir sua loja em janeiro seria (nem preciso falar) precipitado demais, podendo até mesmo vir a gerar discussões com familiares ou empregados até mesmo ou dívidas desnecessárias em sua vida.

Casa 3 – Pendurado + Cavaleiro de Ouros = nos próximos meses (especialmente em janeiro que foi o mês questionado) haveria obstáculos e impossibilidades de realizar este projeto, irrealização até mesmo, de acordo com o Pendurado. Mesma que ela queira, talvez não consiga abrir a loja no mês desejado. Porém, o Cavaleiro de Ouros nos fala de perseverança, ou seja, não desistir do projeto, apenas adiá-lo um pouco.

Casa 4 – Roda da Fortuna + II de Paus = o período perguntado, janeiro, será um mês de instabilidades em sua vida, mudanças e alterações, seguido de obstáculos transponíveis (II de paus). A pessoa deverá ponderar algumas questões antes de realizar seu projeto, ele deve ser adiado.

Casa 5 – Mago + VII de Espadas = o Mago nos fala que a consulente está com idéias claras a respeito do que deseja, e que vai empenhar-se (VII de espadas) para conquistar seu intento. Aqui fica a sugestão: planejar melhor suas idéias antes de por em prática seu desejo; ainda: deve esperar, pois janeiro não seria um bom mês para ela abrir sua loja.

Espero que este exemplo com todos os Arcanos tenha clareado um pouco as idéias das pessoas que tem dúvidas em como usar os dois conjuntos de cartas no método Péladan. 

E no link abaixo está o curso Online de Tarô que ministro.

https://www.buzzero.com/cursos-online-de-religiao-e-esoterismo/cursos-de-esoterismo/curso-online-taro-de-marselha---edicao-2011_10963?a=alberto-moraes

Abraços na Luz!

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Tarô: Oráculo ou Terapia?

Existe entre os tarólogos uma certa divergência quanto ao uso do Tarô. Alguns dizem que ele é um oráculo, servindo assim para fazer previsões do futuro. Alguns outros dizem que não, que não se deve utilizar o Tarô como oráculo, pois este uso estaria incorreto, tendo ele por finalidade apenas análises psicológicas ou do inconsciente.

Qual destas linhas de pensamento está correta? Qual delas é que devo seguir?

Para responder a isso, temos de ser capazes de analisar o Tarô de modo imparcial, será que conseguimos ser imparciais?

Quando o Tarô surgiu, ele não era usado nem de modo oracular nem de modo terapêutico. Quando ele surgiu era usado de modo profano, ou seja, em jogatinas nos salões europeus. Ainda, quando ele surgiu, as primeiras expressões de cartas que surgiram foram os Arcanos Menores. Uns 100 anos depois é que surgem os Arcanos Maiores de fonte totalmente diversa daquela que deu origem aos Menores, sendo, mais tarde, unificados e editados juntos até os dias de hoje. Este desprezo que pseudo-tarólogos de cursinhos de final de semana dão aos Arcanos Menores é um claro indício de não conhecerem a história e a estrutura de funcionamento do Tarô.

Este jogo de cartas passou a ser usado como um oráculo em meados dos anos de 1500, quando surge a primeira publicação (conhecida) referindo-se ao Tarô enquanto oráculo. Trata-se do livro “Le Sorti di Francesco Marcolini da Forli”, escrito por Francesco Marcolini, em Veneza, Itália. Reproduz apenas os naipes de ouros e ensina a jogar em forma trincada oracular, com 60 perguntas e 30 respostas.

A mais de 600 anos o Tarô vem sendo editado com as 78 cartas. Assim, deve haver algo de importante nos dois conjuntos. Se não fossem importantes todas estas 78 cartas, com certeza as 56 secundárias (Arcanos Menores) já teriam desaparecido, como aconteceu com outras imagens que faziam parte os primeiros baralhos. Mas eles chegaram até nós, todos juntos! Porém, os Arcanos Menores acabam sempre ficando em segundo plano. Isto por que alguns tarólogos mais intelectualizados acabaram criando certo preconceito com o modo de algumas pessoas usarem o Tarô (Arcanos Menores) para fazerem previsões. Acabaram referindo-se de modo pejorativo a este tipo de “cartomancia ou adivinhação”. E o que é a análise psicológica do seu cliente (que é sim um consulente) com o uso das 22 cartas principais senão cartomancia também? Pois você não sabe nada a respeito dele, tem de adivinhar e concluir... Assim, aos poucos, foram utilizando os 22 Arcamos Maiores do Tarô para fazer análises psicológicas e da alma do consulente e foram desprezando as 56 cartas restantes.

Porém, o Tarô é um oráculo e vai ser sempre. É assim que ele foi concebido para o mundo. No máximo, não sabemos a que ele se destina por que nenhum registro antigo definindo ele foi descoberto até hoje. Não sabemos até mesmo quem o criou, se foi uma ou mais pessoas, pois não há registros disso também, se existem, não foram encontrados até agora.

Ainda, é um oráculo que pode sim ser usado de modo esplendoroso pela Psicologia. O uso terapêutico dele é um uso extremamente moderno, porém válido, surgindo no final da década de 60 do século XX. A primeira pessoa que estudou o Tarô de Marselha a nível Psicológico foi Carl Gustav Jung. Nada deixou escrito a esse respeito, porém, alguns anos depois sua discípula, Sallie Nichols, lançou o maravilhoso “Jung e o Tarô” (editora Pensamento), onde as comparações arquetípicas da psique humana são profundas, nos dando a herança intelectual que seu professor deixou para ela.

Ainda, segundo Nei Naiff, a maior autoridade brasileira no estudo do Tarô,

“É ilusório pensar que os jogos com os Arcanos Maiores é somente uma orientação filosófica da vida, eximindo o tarólogo dessa situação menor de ‘adivinhar’, isto reflete muito mais um preconceito pessoal do que uma tônica social e esotérica. Creio ser estranho alguns astrólogos ou numerólogos não aceitarem a eficácia do Tarô e também vê-lo de uma forma jocosa, relegando-o a um fator apenas intuitivo e sem créditos; segundo dizem, eles se sentem mais à vontade sabendo que têm números relativos ao nome ou a astros e constelações fixadas na data do indivíduo, representando aspectos ‘palpáveis’ para a mente racional analisar. Mas a ‘mente racional’ de qualquer indivíduo cartesiano nunca aceitaria qualquer tipo de oráculo! Assim, para o simples fato de ler o Tarô (maior ou menor), consultar a astrologia, a numerologia e comentar o estado psíquico de alguém, orientar um casamento, uma profissão, uma tendência ou qualquer outra coisa que o consultor não conheça da vida pessoal do consulente, por si só já representa uma ‘adivinhação’, um ato mágico e misterioso baseado em análises simbólicas e perceptivas oriundas do conhecimento humano e quase divino.”

Assim, percebemos o Tarô como sendo um oráculo que pode ser usado sim para uso terapêutico e psicológico. Subtrair um destes aspectos do Tarô em detrimento de outro é pura alienação mental, é fazer um uso extremamente limitado das cartas.

Os tarólogos brasileiros devem respeitar o uso que cada um de seus colegas fazem das cartas, pois não sabemos qual é a trajetória de vida traçada para aquela alma, nem mesmo quais as missões que deve desempenhar junto deste oráculo. 

Arcanos Maiores, Arcanos Menores ou os Dois?

Mas ainda fica uma dúvida no ar. Deve-se usar todos os arcanos ou apenas os Maiores?

Nos países da Europa e nos EUA, todos os tarólogos usam as 78 cartas, apenas no Brasil criou-se a mania de usar apenas os maiores. Algumas editoras chegam até mesmo a editar livros que possuem apenas os 22 Arcanos Maiores. E por quê? Por dois motivos distintos: preguiça e falta de conhecimento da estrutura do Tarô.

Preguiça por que são 56 cartas para serem estudas, os Arcanos Menores. E é realmente muita carta, porém, mais simples de serem entendidas. Se hoje os estudantes acham que 56 é um grande número, o que dizer então dos Tarôs que existiam até os anos de 1700 que podiam ter até 160 (!) cartas? Quase 200... Eles iriam arrancar os cabelos. Mas são só 78. Vamos lá pessoal, vocês conseguem, basta dedicar-se e deixar a preguiça de lado!

O Arcano Maior é a tendência, a energia do que pode vir a se manifestar em sua vida. Já o Arcano Menor nos mostra que forma esta tendência vai tomar no nosso dia-a-dia prático. Assim, o Arcano Menor está mais próximo da realidade humana do que o Maior. No método Italiano de se usar as cartas, cada casa terá um Arcano Maior (tendência) e um Arcano Menor (manifestação prática da tendência). Este é o uso mais seguro que se pode fazer do jogo, sem perigo de ficarmos alienados e leituras tendenciosas demais.

Com o surgimento das várias sociedades secretas nos EUA no século XIX, surge também um modo “fast food” de se usar o Tarô, misturando-se todos os arcanos e tirando-os em comum para fazer a leitura. Este modo de utilizar das cartas é falho por que, assim, você está colocando o Arcano Maior e o Arcano Menor como tendo o mesmo peso oracular, ou seja, com a mesma importância e mesmo peso de significados – não tem! Se você, por exemplo, usa 3 cartas e sai um Arcano Maior e dois Arcanos Menores, o Arcano Maior acaba perdendo a validade no jogo, pois ele é só uma tendência muito nebulosa que ficará anulada diante da praticidade do Arcano Menor, levando à leitura única dos Arcanos Menores. Este método desestrutura totalmente o jogo, porém, como as pessoas não estudam e não se questionam, acabam usando qualquer um, o que acaba criando esta grande confusão que existe aí fora com relação às cartas. Depois, não sabem por que previsões ou análises acabam por não corresponderem à realidade do consulente.

Caros amigos, estudem. Estudar é o lema único para tornar-se um bom tarólogo. E, acima de tudo, sigam seu coração, pois ele é seu único Mestre!

Alberto de Moraes

sábado, 3 de dezembro de 2011

Palestra...

Agradeço a todas as pessoas que assistiram a minha palestra sobre a História do Tarô ontem à noite. Muito obrigado pelos comentário e pela assistência. Para vocês que lá estiveram, desejo um todas as benesses deste Às de Copas, muito amor e felicidade para a vida de todos!

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Estudos do Tarô - arcano sem número - O Louco

"Eu Sou o Louco, mas de louco eu não tenho é nada! Faço parte desta engrenagem perfeita que você percorreu até agora. Eu estava em todas as lâminas, ao seu lado, segurando a sua mão, Eu Sou todas elas e todas elas são uma expressão de meu Eu Sou. Sua jornada chegou ao fim e agora vou acompanhá-lo ao mundo dos espíritos pela ponte do arco-íris para sua próxima aventura. Nosso lema? 'Eu Sou Livre para criar minha próxima experiência de vida!' Até o dia em que você vai voltar e vai dizer 'Eu Inicio' como já disse um dia."

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Estudos do Tarô - XXI - O Mundo

XXI - O Mundo - "Eu Sou completo em mim mesmo, terminei minha jornada e estou pronto para a evolução de minha essência. Quem vai me seguir? Quem vai ficar? Eu Sou a manisfestação da Nova Energia."

terça-feira, 29 de novembro de 2011

LeNormand e as Cartas Ciganas


Mademoiselle Marie-Anne-Adelaïde LeNormand ou simplesmente Mlle. Lenormand foi uma cartomante francesa de grande renome, que também exercia, além de outras artes, a quiromancia.

Teve entre suas clientes Josefina de Beauharnais, esposa de Napoleão Bonaparte. Ela teria previsto, segundo a aura de magia que cerca seu nome, a ascensão e queda do imperador Napoleão, os segredos da imperatriz Josefina e o destino de muitos notáveis de seu tempo.

Lenormand nasceu em Alençon, na Normandia, segundo ela no dia 27 de maio de 1772, embora os documentos originais indiquem 16 de setembro de 1768. Perdeu seu pai quando tinha apenas um ano de idade e, a seguir, sua mãe, aos 5 anos. Foi enviada a um convento, de onde surgem os primeiros relatos de seus dons de clarividência.

Estabeleceu residência, em Paris, no turbulento período que se seguiu à Revolução Francesa e, nessa cidade, consolidou sua fama de adivinha, de leitora da sorte.

Em 1807, Mlle. Lenormand leu as mãos de Napoleão e descobriu sua intenção de se divorciar de Josefina. Para afastá-la de cena, ele a mandou à prisão, em 11 de dezembro de 1809, onde a vidente permaneceu durante doze dias, enquanto ele providenciava o divórcio. Esse fato foi o verdadeiro lançamento de sua carreira e ela se tornou a cartomante mais popular de sua época.

Ativa e desembaraçada, escreveu perto de trinta livros, que continuam inéditos até hoje.



As informações sobre elas são por vezes contraditórias. É tida como boa estimuladora de outras cartomantes, mais ou menos famosas. Por outro lado, alguns de seus detratores, entre os quais se encontram jornalistas contemporâneos, sustentam que sua lista de clientes eminentes era fruto da fantasia da "Sibila de Alençon" e que suas pretensas profecias eram sempre alardeadas após os fatos consumados...

Em 25 de junho de 1843, aos 74 anos de idade, foi enterrada em Paris, no cemitério Père Lachaise. Alguns críticos disseram que seu maior dom era a habilidade de amealhar riquezas. De fato, por ocasião de sua morte, deixou uma grande soma de dinheiro.


O Pequeno Lenormand

O baralho da "Sibila de Alençon" foi inicialmente publicado em 1828 e compreendia 52 cartas, as mesmas do baralho comum - Tarô. Esse conjunto foi redesenhado e reduzido a 36 cartas por volta de 1840, presumivelmente pela própria Mlle. Lenormand, à cargo da casa impressora Grimaud.

O conjunto menor, de 36 cartas, ficou conhecido como o Pequeno Lenormand. Esse "tarot", na verdade, consiste de uma utilização parcial de 9 cartas de cada um dos quatro naipes do baralho comum, num total de 36 cartas. Ela utiliza apenas o Ás e as cartas numeradas de 6 a 10 e, no caso das figuras, deixa o Cavaleiro de lado, como acontece, em alguns casos, com as cartas de jogar utilizadas na França nos últimos três séculos.

Como já acontecia com o baralho de Etteila, outro famoso cartomante francês, anterior a Mlle. Lenormand, são adicionadas gravuras diversas às cartas numeradas. Trata-se de um recurso que, para a cartomancia popular, facilita a atribuição de significados práticos às cartas. Tal medida, se por um lado dá maior proximidade ao leitor, por outro, delimita e reduz drasticamente sua amplitude simbólica.

A popularidade do baralho Lenormand, estimulou incontáveis cópias e imitações por toda Europa e, até hoje, é redesenhado. No Brasil, algumas variantes são anunciadas vulgarmente como "Tarô Cigano" ou “Baralho Cigano”, mas, como vimos, estas cartas não tem nenhuma ligação com os ciganos que nunca usaram cartas em suas predições durantes os séculos que antecederam a criação do baralho pela senhora Lenormand.


O Grande Lenormand

O baralho mais antigo com o nome de Mlle. Lenormand é o “La Sybille des Salons”, com 52 cartas, cada uma delas mostrando um personagem diferente.

A primeira edição, de 1828, destinada à cartomancia, tem cartas do tipo "a conversa”, "a viagem", "o casamento", num estilo que lembra as modernas histórias em quadrinho. Trata-se de um gênero de jogo popular bastante difundido na França, Inglaterra e Alemanha a partir dos anos 1700. O baralho de “A Sibila” foi logo redesenhado pelo célebre ilustrador Grandville, Gérard Jean Ignace Isidore, e publicada com mesmo título, por volta de 1840, pela impressora parisiense Grimaud. As 52 cartas desse jogo correspondem ao baralho comum, com 13 cartas para cada naipe. Como acontece com o “Pequeno Lenormand”, estão incluídas apenas três figuras – Valete, Rainha e Rei – sem o Cavaleiro do Tarô Clássico.

Adaptações e reinvenções

Os baralhos da Mlle. Lenormand têm sido imitados por inúmeras casas impressoras até os dias hoje. Uma dessas reinvenções adiciona elementos astro-mitológicos e numerológicos, que diferem sensivelmente das cartas originalmente desenhadas para a famosa cartomante francesa.

Algumas versões trazem 54 cartas, ou seja, duas a mais que as do baralho comum, para representarem a consulente feminina e o consulente masculino.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Dica de Livro: Inteligência Quântica

 A ciência ainda vai descobrir a natureza das ondas que formam nossos corpos e nossos pensamentos, sendo capaz de descrever, com teorias bem estabelecidas e com um vocabulário padronizado, o que, por enquanto é constatação da experiência do nosso sentir. Por agora, o importante é saber que, conforme a nossa natureza pessoal e o nosso estado de ânimo, estabelecemos diferentes freqüências vibratórias para os nossos corpos, que podem ser modificados conforme a nossa intenção, que são modificadas pelos pensamentos e palavras de outras pessoas e que possuem grande influência em nossa saúde física, mental, emocional e espiritual.

Nós não conhecemos tudo no Universo. Existem mistérios que só serão revelados para as mentes que estiverem abertas para compreendê-los. Não há pessoas escolhidas para receberem esse privilégio; o que há são pessoas disponíveis e abertas para identificá-los. Por isso é preciso que estejamos abertos e preparados para o novo, para o inusitado, e inclusive para aquilo que, para os nossos conceitos pessoais, seja o mais absurdo possível, ou seja, para tudo o que não faz parte da nossa lógica.

É verdade que nossas células e nossos órgãos não são capazes de correr, escrever, etc. Mas, considerando que existem vários tipos de inteligência, devemos admitir que todas as células do corpo humano, sem exceção, são dotadas de um tipo de inteligência capaz de manter todo um complexo orgânico funcionando perfeitamente. Se alguma coisa não vai tão bem, o mais provável é que estejamos minando o funcionamento do corpo através de hábitos físicos, emocionais, mentais e até espirituais errados.

A maioria das doenças começa na primeira infância. Quando a criança é influenciada a fazer suposições erradas, instalam-se vazios em partes de seu campo energético. Isso faz com que sua Inteligência Quântica armazene, em seu campo, uma desorganização, uma falta, ou seja, a criança perde a oportunidade de estabelecer conceitos inconscientes benéficos ao seu desenvolvimento, reduzindo seus níveis de proteção e de capacidade de ação. Isso representa uma diminuição em sua expansão energética. Quanto menor a intensidade de seu campo, menor o aproveitamento das oportunidades que a vida apresenta. É o caso de uma criança que foi assustada com o velho do saco, ou com ratos, cobras, aranhas, sapos e outros animais que tanto pavor geram no inconsciente coletivo.

Quanto melhor aprendermos a viver, quando mais procurarmos nos descondicionar e nos permitirmos reprogramar a memória celular, quanto mais exercitarmos a arte de ser feliz, mais harmoniosas ser tornam nossas redes de energia, levando a curas fantásticas dor corpo físico.

Você pode aproveitar a vida para ter um salto de crescimento, ou pode crescer só um pouquinho, durante toda a existência. Você pode se realizar como pessoa, como profissional e expandir seu campo. Se decidir crescer bastante, terá resultados impressionantes. Desenvolverá talentos antes desconhecidos, compreenderá melhor a existência e será certamente mais feliz.

Há algo muito importante nos princípios de funcionamento do Universo: tudo, absolutamente tudo o que acontece conosco é dirigido ao nosso crescimento, à nossa evolução. Se você pensar assim, poderá até se entristecer, mas nunca vai se revoltar com a vida. Saberá, sem seu íntimo, que é para o seu desenvolvimento que as coisas acontecem. E certamente terá mais força para vencer adversidades.

Uns precisam ver pra crer; os que já evoluíram um pouquinho mais crêem para poderem ver. Mas os confiantes não precisam de nada disso, porque já trouxeram da essência de seus espíritos, através da expansão de suas consciências, a verdade da existência. É por isso que quem tem fé está muitos degraus acima na escada da evolução do espírito. Muitas de suas dúvidas já se dissiparam, e agora já podem identificar e sentir a manifestação de Deus.

Título: Inteligência Quântica
Autor: Jorge Menezes
Editora: Novo Ser Editora
Páginas:120
ISBN:9788563964045

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Estudos do Tarô - XX - O Julgamento



















XX - O Julgamento - "Eu Sou o Anjo do Senhor. Trago-vos a Boa Nova de um novo mundo, um mundo de justiça e amor. Despertem de suas vidas para a Nova Vida, agora vocês começam a viver, sob os auspícios de um novo tempo, onde o velho já não existe mais. Agora é o tempo da colheita e eu vos conduzirei para este novo tempo."

Dica de Livro: Da Terra à Lua

Trecho:

“– Eu não vim aqui dar aulas e sustentar uma tese sobre o fato de os mundos serem ou não habitados. Permitam-me somente insistir num ponto. Às pessoas que afirmam que os planetas não são habitados, devemos responder que elas poderiam ter razão se fosse demonstrado que a Terra é o melhor dos mundos. Mas isso não foi demonstrado. A Terra só tem um satélite, enquanto Júpiter, Urano, Saturno e Netuno tem muitos. E o que torna nosso globo pouco confortável é a inclinação do eixo na sua órbita. Essa inclinação origina a desigualdade entre os dias e as noites, a desagradável diferença das estações. No nosso infeliz planeta faz sempre muito calor ou muito frio; gelamos no inverno e assamos no verão; é o planeta dos resfriados, das corizas e das pneumonias. Já na superfície de Júpiter, por exemplo, onde o eixo é pouco inclinado, os habitantes gozam de temperaturas invariáveis. Lá existe a zona da primavera, a zona do verão, a zona do outono e a zona do inverno. O habitante de Júpiter pode escolher o clima que mais lhe agrada e se manter protegido, por toda a vida, das variações de temperatura. Além dessa superioridade em relação ao nosso planeta, temos os anos. Cada ano de Júpiter dura doze anos terrestres! Por isso, nessas condições de vida maravilhosas, os habitantes desse mundo são seres superiores, os sábios são mais sábios, os artistas são mais artistas e os bons são melhores! O que falta ao nosso esferoide para chegar à perfeição? Pouca coisa! Um eixo de rotação menos inclinado em relação à órbita.”
  
Título: Da Terra à Lua
Autor: Júlio Verne
Editora: Melhoramentos
Páginas: 126
ISBN: 8506045398

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Estudos do Tarô - XIX - O Sol



















"Já passaste pelas profundezas de sua alma através de minha amada Lua? Então agora estás pronto para ver todo o esplendor de seu Ser, toda a beleza de sua vida, todas as promessas divinas. Eu revelo o Eu-Superior, a perfeição - a meta de sua vida. Eu Sou a realização suprema da vida humana."

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Os Infortúnios Ocultos

Nas grandes calamidades, a caridade se manifesta, e vêem-se generosos impulsos para repara os desastres gerais, há milhares de desastres particulares que passam despercebidos, de pessoas que jazem sobre um catre sem se lamentarem. São esses infortúnios discretos e ocultos que a verdadeira generosidade sabe ir descobrir, sem esperar que eles venham pedir assistência.

Quem é esta mulher de ar distinto, vestida de maneira simples mas cuidada, seguida de uma jovem vestida também modestamente? Entra numa casa de sórdida aparência, onde é conhecida, sem dúvida, porque, à porta, a saúdam com respeito. Onde vai ela? Sobe até a mansarda: lá mora uma mãe de família cercada de filhos pequenos; à sua chegada, a alegria brilha nesses semblantes emagrecidos; é que ela vem acalmar todas essas dores; traz o necessário, temperado com doces e consoladoras palavras, que fazem aceitar o benefício sem corar, porque esses infortunados não são mendigos profissionais; o pai está no hospital e, durante esse tempo, a mãe não pode bastar às necessidades. Graças a ela, essas pobres crianças não sofrerão nem o frio, nem a fome; irão à escola agasalhadas e o seio da mãe não secará para as criancinhas. Se há um doente entre eles, nenhum cuidado material a repugnará. De lá, ela se dirige ao hospital, para levar ao pai algum consolo e tranqüilizá-lo sobre a sorte da família. No canto da rua a espera uma viatura, verdadeira loja de tudo o que leva aos seus protegidos, que visita assim sucessivamente; não lhes pergunta nem sua crença, nem sua opinião, porque, para ela, todos os homens são irmãos e filhos de Deus. Terminada a excursão, ela se diz: Comecei bem o meu dia. Qual é seu nome? Onde mora? Ninguém o sabe; para os infelizes, é um nome que não revela nada; mas é o anjo de consolação; e, à noite, uma sinfonia de bênçãos se eleva para ela até o Criador: católicos, judeus, protestantes, todos a bendizem.

Por que ela se veste de maneira tão simples? É que não quer insultar a miséria com o seu luxo. Por que se faz acompanhar da filha adolescente? É para ensinar-lhe como se deve praticar a beneficência. A filha quer fazer a caridade, mas sua mãe lhe diz: “que podes dar, minha criança, uma vez que nada tens de ti? Se eu te entregar alguma coisa para passá-la aos outros, que mérito terás? Em realidade, eu é que farei a caridade, e tu que dela terás o mérito; isso não é justo. Quando vamos visitar os enfermos, tu me ajudas a cuidar deles; ora, dar cuidados é dar alguma coisa. Isso não parece bastante? Nada é mais simples; aprende a fazer obras úteis, e tu confeccionarás roupinhas para essas criancinhas; deste modo, darás alguma coisa vinda de ti”. É assim que essa mãe, verdadeiramente cristã, forma sua filha na prática das virtudes ensinadas pelo Cristo. É espírita? Que importa!

No seu lar, é a mulher do mundo, porque a sua posição o exige; mas ignora-se o que ela faz, porque não quer outra aprovação senão a de Deus e da sua consciência.

O Evangelho Segundo o Espiritismo – Capítulo XIII – 4 – Allan Kardec

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Decreto

"Eu Sou o Coração de Deus, e Eu Crio idéias e realizações que nunca antes foram produzidas."

Saint Germain

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Decreto

"Eu Sou a Guarda Invencível estabelecida e sustentada sobre minha mente, meu corpo, meu lar, meu mundo e meus negócios."

Saint Germain

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Estudos do Tarô - XVIII - A Lua




XVIII - A Lua - "Antes de ver o esplendor do Sol, você precisa passar por mim, conhecer as verdades mais profundas e dolorosas de sua alma. Sem um auto-conhecimento real, você não conseguirá ver nem suportar a luz da verdade e do conhecimento que virá depois de mim..."

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Clara Nunes através de Chico Xavier



Caros amigos!

Em 1984 nossa querida Clara Nunes, uma das vozes mais linda da música popular brasileira, desencarnada em 1983, passou uma psicografia através de nosso Chico Xavier. Estou partilhando esta mensagem aqui com vocês, tantos anos depois, para poderem apreciar as belas palavras deste ser de luz e de claridade, a nossa Clara.

Alberto



"Querida Maria,

Eu pressentia que o encontro através de notícias seria primeiramente com você. Somente você teria suficiente disposição para viajar de Caetanópolis até aqui, no objetivo de atingir o nosso intercâmbio.

Descrever-lhe o que se passou comigo é impossível agora. Aquela anestesia suave que me fazia sorrir se transformou numa outra espécie de repouso que me fazia dormir.

Sonhava com vocês todos e me via de regresso à infância. Cantava. Era pura alegria que me situava num mundo fantástico. Melodias e cores, lembranças e vozes se mesclavam e eu me perdia naquele êxtase desconhecido. Não cuidava de mim. Lembrava-me dos que ficaram, mas ainda não sabia se a mudança seria definitiva.

Conte ao nosso querido Paulo (César Pinheiro – marido e compositor) a minha experiência. Tantos dias no descanso, ignorando o que vinha a ser tudo aquilo que se me apresentava à imaginação por fantasia que desconhecia como deslindar.

Peço a você solicitar ao Paulo me perdoe se lhes transmito as presentes notícias com a fidelidade possível.

Acordei num barco engalanado de flores, seguido de outras embarcações nas quais muitos irmãos entoavam hinos que me eram estranhos, hinos em que o amor por Iemanjá era o tônico de todas as palavras. Os amigos que me seguiam falavam de libertação e vitória.

Muito pouco a pouco, me conscientizei e passei, da euforia ao pranto de saudade porque a memória despertava para a vida na retaguarda e o nosso Paulo se fazia o centro de minhas recordações. Queria-o ali naquela abordagem maravilhosa, pois os barcos se abeiravam de certa praia encantadoramente enfeitada de verde nas plantas bravas que a guarneciam.

Quando o barco que me conduzia ancorou suavemente, uma entidade de grande porte se dirigiu a mim com paternal bondade e me convidou a pisar na terra firme. Ali estavam o meu pai Manoel e a nossa mãezinha Amélia. Os abraços que nos assinalavam as lágrimas de alegria pareciam sem fim. Era muita saudade acumulada no coração.

Ali passei ao convívio de meus pais e os meus guardiões retornavam ao mar alto. Retornei a nossa vida natural e em companhia de meu pai Manoel pude rever você e os irmãos todos, comovendo-me ao abraçar a nossa Valdemira que me pareceu um anjo preso ao corpo.

Querida irmã, não disponho das palavras exatas que me correspondam às emoções. Peço a você reconfortar o nosso Paulo e dizer-lhe que não perdi o sonho de meu filhinho que nascesse na Terra de nossa união e de nosso amor.

O futuro é luz de Deus. Quem sabe virá para nós uma vida renovada e diferente, na qual possamos realmente pertencer-nos para as mais lindas realizações?

Você diga ao meu poeta e beletrista querido, que estou contente por vê-lo fortalecido e resistente, exceção feita aos copinhos que ele conhece e que estou vendo agora um tanto aumentados.

Desejo que ele saiba que o meu amor pelo esposo e noivo permanece que ele continua sendo para mim está brilhando em meu coração, em meu coração que continua cantando fora de outro coração que me prendia.

A cigarra, por vezes, canta com tanta persistência em louvor de Deus e da natureza que se perde nas cordas que lhe coordenam a cantiga caindo ao chão desencantada.

O meu coração da vida física não suportou a extensão das melodias que me faziam viver e, uma simples renovação para tratamento justo me fez repensar nas maravilhas diferentes a que fui conduzida.

Espero que o nosso Paulo consiga ouvir-me nessas letras.

Agradeço a ele as atitudes dignas com que me acompanhou até o fim do corpo, tanto quanto agradeço a você e às nossas irmãs e irmãos o respeito com que me honraram a memória, abstendo-se de reclamações indébitas junto aos médicos humanitários que se dispuseram a servir-nos.

Querida irmã, continuem com o nosso grupo em Caetanópolis, o irmão José Viana e o Dr.Borges estão conquistando valiosas experiências.

Muitas saudades e lembranças a todos os nossos e pra você um beijo fraternal com as muitas saudades de sua,

Clara"

(Mensagem psicografada pelo médium Francisco Cândido Xavier, em reunião pública Do Grupo Espírita da Prece, em 15/09/1984 Uberaba-MG)

Clara Francisca Gonçalves Pinheiro – *12/08/1942 +02/04/1983


sábado, 22 de outubro de 2011

Estudos do Tarô - XVII - A Estrela




XVII - A Estrela - "Da Criação, Eu Sou a Continuação. Depois de ter experienciado todas as facetas que a vida poderia me proporcionar, retiro-me de perto dos homens, das cidades, das coisas do mundo... Estou plena de mim mesma, livre para seguir, conectada ao Cosmos, à Natureza e nada mais. Eu Sou a promessa de uma vida melhor, eu sou a Esperança de um Novo Dia - Eu Sou o Futuro da humanidade."

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Saint Germain canalizada por Carmen Balhestero



Mensagem Mestre Saint Germain canalizada por Carmen Balhestero em 19/out/2011

Amados Filhos :

Na aproximação de uma data especial quando a humanidade terá a oportunidade de escolher novamente vivenciar novas realidades em corpos tri-dimensionais em 28/out/11, que possais vos preparar para este grande momento de LUZ.

Desde 09/março/11, novos universos paralelos estão sendo co-criados, ou seja, novas realidades paralelas, na junção de vossos pensamentos e atitudes concisas que com clareza, determinam os próximos passos da evolução individual e planetária da humanidade .

Quando assumi o governo do mundo em 01/maio/1954, foi para que pudesse acelerar o processo da Maestria e da Ascensão, para que elevando a vibração da órbita terrena através da alquimia e do uso da chama violeta, todos os seres pudessem se re-organizar e escolher vivenciarem a liberdade do limite, sofrimento, dor e impecilhos que manifestem a Unidade e a Paz Planetária.

O momento da vitória da humandiade se aproxima - tendes 2 datas a vossa disposição para que possais re-escrever vossa nova história - a primeira é 28/out/11 e a outra é 21/dez/12 - cada ser encarnado é responsável por admitir seu poder individual e fazer a diferença em um mundo de transformações e mudanças rápidas - tudo é questão de frequências de Luz e mudança de vibração, quando vossos corpos ativam a sintonia com a Consciência, todos ancoram a Chama da Verdade e da Percepção.

Na próxima semana tambem haverão outras datas significativas - dia 26/out é a lua nova do mês de outubro, momento do DIVALI - FESTIVAL DAS LUZES no Oriente quando a celebração à Lakshimi e às Divindades Femininas trazem a verdadeira mudança de paradigmas e o início de um novo ciclo de abundância e plenitude para todos os que vibrarem nesta frequência de Luz.

Tambem dia 29/out, o planeta Júpiter estará muito próximo à Mãe Terra, beneficiando a expansão de conhecimento e a abundância e Prosperidade a todos os Seres, bem como abrirá caminhos para que novas energias se expandam e harmonizem a humanidade. A Hoste Celeste, Tronos, Serafins, Querubins e os Grandes Sete Elohins estarão derramando toda a Sua Luz em toda a humanidade durante 7 dias, à partir de 21/out/11, para que todas as pessoas encarnadas sintam a urgência e seriedade destes momentos de novas escolhas e de re-escrever a própria estória em nome da Vitória, Maestria e Ascensão. A humanidade já vibra na CONSCIÊNCIA DE UNIDADE, aqueles que têm dificuldade em assimilar esta vibração, passarão por mudanças drásticas de vida, a nível profissional e emocional - outra energia que está sendo tocada profundamente é a do ego-personalidade - é hora dos seres humanos abdicarem do ego-manipulativo e se dedicarem à irradiação e a verdade contida no poder do amor incondicional e da intuição em ação - abri mentes e corações para receber as novas frequências de LUZ e alcançareis novos patamares e a expansão de novos paradigmas que manifestam novas realidade, criando assima Nova Idade de Ouro sobre a Terra AGORA . A Nova Idade de Ouro significa um Era de 200 anos ou mais de acordo com o livre-arbítrio humano, para vivenciar a felicidade, plenitude, abundância, Paz. Tudo é questão de escolha individual, a cada momento de vossas evoluções, as energias são frequências de luz que ancoram o limiar do livre-arbítrio humano e determinam as novas escolhas e os novos caminhos a serem trilhados - as Virtudes Divinas são as grandes chaves para estes momentos de mudanças e novos realinhamentos das energias dormentes - todos os seres são conclados a despertarem neste novo processo de abrir e expandir a chama da verdade - a Verdade virá à tona cada vez mais e todos os seres estarão próximos a manifestar a chama da determinação da co-criação de uma nova Vida AGORA - Percebereis a importância de celebrar a vida a cada instante, de vivenciar vossos sonhos e manifestar vossos ideais, a fim de esclarecer e absorver a verdadeira transformação individual e planetária - que possais entender que as energias já determinam a vitória da Luz e da humanidade, as ondas de Luz fluem e vibram de forma acelerada em outra dimensão de perfeição; cabe aos seres encarnados elevarem suas frequências de luz para atingirem este patamar de vibranção e Consciência - A chama Dourada do segundo raio traz iluminação, discernimento, consciência, poder que aponta a diretriz do livre-arbítrio que quando bem vivenciado, emana a totalidade da coesão e da harmonia entre todos os seres de todos os reinos viventes. Unidade é palavra de ordem, Unidade com os seres e com todas as dimensões, todas as realidades e novas escolhas ... com a mudança dos polos e a inversão térmica das temperaturas e estações, estareis sendo forçados a elevar vossas frequências de Luz para que possais manter o equilíbrio e saúde do corpo físico. É crucial que todos os seres se abram para compreender a Vontade Divina para estes momentos de transformação : UNIDADE, LUZ, COMPARTILHAR, VERDADE - exercitando estas Virtudes, estareis diante de vossos fantasmas mentais e emocionais e tereis a capacidade de transmutá-los através do livre-arbítrio de foram consciente - a Idade de Ouro é a sabedoria que retorna abençoando todos os Seres a sevirem os propósitos de um novo tempo de Consciência e Elevação de Vibração em nome da LUZ.

Todos os níveis da evolução do universo atingirão a frequência da Unidade em 28/out/11, elevando o estado de consciência de todos os seres encarnados. As frequências de ondas de Luz estarão sendo potencializadas 20 vezes acima da rotação terrena, possibilando a total transformação das escolhas dos seres menos evoluídos encarnados que ainda vivem no patamar do medo e causam danos à si e à sociedade vigente. A total manifestação de todas os níveis celestes acoplados à aura do planeta seria como a passagem Bíblica : O juízo Final, quando todos em sã consciência irão se permitir vivenciar novas escolhas à partir da determinação em mudar suas frequências de Luz e seus hábitos diários; os frutos deste dia serão sentidos em todo o sistema solar e em todos os Universos por eons ... todas as forças estelares e Universais, os chamados mestres e deuses estarão mais próximos de todos os seres na Terra, principalmente da família humana crística, para que re-despertando, todos assumam total responsabilidade em servir a Unidade da Vitória na Luz. Esta energia será sentida e vivenciada em várias dimensões simultâneas, muitos de vós encarnados, têm sentido a duplicidae de vossos corpos e seres, o duplo etéreo que se desdobra e se projeta fora de vossos corpos, devereis ter paciência com este período de re-adaptação de vossas frequências de Luz. Mudando as polaridades da Consciência, re-encontrareis o Poder do verdadeiro livre-arbítrio, a chama que permeia somente a força e o poder da vitória e da Unidade Crística e perfeita. Estas energias irão conduzir a humanidade a co-criar novas formas de utilizar a energia centrada na Luz, no Amor e na Perfeição. É momento de buscar o silêncio interno, contemplando a Mãe Natureza e todas as Suas formas de expressão para que possais re-alinhar o Poder da Abundância e da Perfeição. A vida humana têm evoluído através do ego, é hora de evoluir através da Luz da Intuição, da verdade e do Amor, pois o ego controla, o Amor liberta. Este momento único tem sido preparado por muitos seres para que cada um conscientemente abrace a oportunidade de re-criar paradigmas e estabelecer a conexão com a própria Verdade. Silenciai mentes e sentimentos, no vazio, re-encontrareis o Poder de Deus que vos fala a cada dia para que possais cumprir vossos objetivos em nome da Vitória na Luz. Prestai atenção na Ecologia, no Poder dos Elementos da Natureza e da Mãe Terra que são as forças proetoras e mantenedoras da Vida e da evolução em vosso planeta - que possais enviar amor incondicional para a Mãe Terra e para todos os Seres viventes e assim encontrareis a verdadeira PAZ.

Muitos estão passando por momentos de depressão e tristeza profunda, são ondas energéticas que atingem o planeta, reflexo das energias desequilibradas da Mãe Natureza, é vitla que possais tratar os elementos da Natureza e suas formas de atuação como mares, rios, oceanos, cachoeiras, montanhas, desertos, vegetações, como a Unidade da Consciência Crística da Perfeição de Deus-Pai-Mãe. Precisais vos lembrar que vossas almas servem à Deus, mas vosso egos servem a vossa mente consciente, o exercício pleno da meditação e a prática diária através de vossas escolhas irá determinar a verdadeira Força que possuis, e assim, vibrareis a chama do mais puro amor incondicional. Após 28/out/11 vossos corpos mudarão completamente, é importante re-escolher vossa alimentação, vossas condutas diárias, vossos caminhos individuais e coletivos.

Todos serão conclamados a mudar, quer pela força da abundância de pensamentos quer seja pela forma do vazio absoluto mental, onde encontrareis vosso Deus. Alfa e Ômega se unirão neste dia, mostrando à humanidade que na totalidade se encontra a verdadeira manifestação da Unidade - refletindo a Consciência da Essência Divina. Vereis dali para a frente a Verdade versus a Tradição. Máscaras cairão, somente a Verdade persistirá e aqueles que treinarem viver à partir de 28/out/11 centrados na Luz da Verdade, serão capazes de operar Milagres a cada dia, vivenciando assim novas realidades e uma nova Vida plena, abundante e feliz. O ritmo de vossas frequências cardíacas se acelera para que possais acompanhar o pulsar do coração da Mãe Terra. A Transformação do mundo ocorre quando o pensamento linear se afasta e a intuição ocupa seu lugar. Esta é a grande oportunidade de todos os Seres vivenciarem a expressão maior da Abundância e Plenitude na Vitória da LUZ. As melhores ferramentas para este momento são a INTENÇÃO ALIADA À AÇÃO CORRETA. Pensamentos geram formas energéticas capazes de mudar o fluxo da vida e alterar frequências de vibração.

Agora, contagem regressiva para este grande momentum cósmico evolutivo quando todos terão a mesma oportunidade de re-escrever a própria história em nome da LUZ. A verdadeira Consciência está aliada à Árvore da Vida que traz as Virtudes apropriadas para estes momentos de entrega e início de um novo ciclo de plenitude e LUZ. A Consciência muda mediatne nova informação que é adquirida por vossas escolhas que se elevam cada vez mais manifestando novas realidades na Mãe Terra. É chegada a hora de cada ser se expressar com verdade e total comprometimento sobre a própria Vida.

Conto com vossa receptidade e aceitação para este momento ímpar de re-escolhas conscientes e novas diretrizes, quando cada um será responsável por cirar e viver novas realidades na Luz do eterno agora.

Amor Incondicional e Gratidão a todos, rumo à Vitória na Ascensão e Transmutação da Dor, limite, medo e sofrimento, abraçando a abundância , perfeição e Vitória da LUZ.

Amor e Luz,

Eu Sou,

Saint Germain